Enviado por: sirleimadr em 04/06/2018 84 leituras

Tecnologia Nova tecnologia contra golpes ajuda empresas a lidar com o risco humano

Nova tecnologia contra golpes ajuda empresas a lidar com o risco humano

Plataforma de monitoramento identifica setores mais vulneráveis das companhias






Com empresas investindo cada vez mais em segurança digital–segundo a consultoria Gartner, a previsão global de gastos é de 96 bilhões de dólares para 2018–, o fator humano ainda é uma vulnerabilidade explorada por hackers para obter informações confidenciais. A empresa de treinamentos de segurança Flipside lança neste mês um software que pode ajudar a combater esse tipo de problema que pode ocasionar grandes roubos de dados ou perdas financeiras.

Chamado Eskive, ele funciona como uma interface que leva ao gestor de segurança dados sobre as áreas da companhia que mais apresentam chances de pessoas caírem em golpes. A partir desse levantamento, a equipe de segurança pode oferecer treinamentos aos funcionários que mais precisam deles.

Os problemas de segurança mapeados são variados. Há o clássico golpe por e-mails, mas também são avaliadas atitudes que colocam a empresa em risco, como um pendrive com informações importantes que é deixando em cima da mesa, ao alcance de qualquer outra pessoa da empresa. A vulnerabilidade a golpes aplicados por SMS também será analisada.

“O Eskive tem foco nas pessoas. Em segurança, as empresas investem em tecnologia, mas isso vai por água abaixo quando o incidente é causado pelas pessoas. Isso é algo que acontece cada vez mais”, afirmou Priscila Meyer, CEO da Flipside, em entrevista a EXAME.

Origem: Reed Alcantara


Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: 'Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.'