Enviado por: sirleimadr em 04/06/2018 62 leituras

Notícias em Destaque Saiba qual categoria de cabo utilizar em um projeto IP

Saiba qual categoria de cabo utilizar em um projeto IP

Sistemas de CFTV IP utilizam cabo de rede para transmissão de dados e entender as diferenças entre eles é importante para garantir o bom desempenho do sistema






Para ajudar a sanar as dúvidas dos profissionais de segurança, fiz um resumo sobre as categorias de cabos metálicos. A norma brasileira de cabeamento estruturado para edifícios comerciais e data centers é a NBR 14565 e segunda ela, hoje nós temos algumas opções conforme tabela abaixo:

Os cabos Classes A e B são obsoletos e não são mais utilizados para redes, ainda que sejam aceitos para telefonia analógica.

Já os cabos da Categoria 3 são para uso em redes de 10Mbps, ou seja, redes bem lentas para os padrões atuais. Na verdade, a chance de se encontrar esses cabos para venda hoje é praticamente nula, já que eles não são mais fabricados.

Os cabos Categoria 5e (ou somente “Cat5e”) ainda são encontrados para venda e podem ser usados para redes de 100Mbps sem problemas. Em teoria, ao usar os quatro pares, esses cabos também podem ser utilizados em redes Gigabit, porém não é recomendável.

Caso o seu projeto seja para uma rede Ethernet Gigabit, o melhor é utilizar cabo Categoria 6 ou Categoria 6A. Esses são os cabos que mais estão sendo usados em redes corporativas hoje, tanto pelo seu desempenho quanto pelo preço que vem caindo nos últimos anos.

Usando os cabos da Categoria 6 é possível transmitir na taxa de 10Gbps até 55m, já o cabo Categoria 6A pode ser usado para transmitir essa mesma taxa até 100m.

Os da Categoria 7 e 7A ainda são para uso mais específico ou para deixar uma rede preparada para maiores taxas que serão utilizadas em um futuro próximo. Diferente dos demais cabos, para a sua terminação não é utilizado o RJ-45, mas o padrão IEC 61076-3-104.

Em suma, dentre as várias alternativas, atualmente as opções mais comuns para uso em prédios comerciais são os cabos Cat5e, Cat6 e Cat6A, sendo os dois últimos melhor preparados para uma rede Gigabit.

Vale ressaltar que neste artigo tratamos apenas sobre cabeamento metálico (par trançado). Hoje, é muito comum o uso de rede sem fio e fibra óptica, principalmente em instalações de médio e grande porte. Discutiremos esses assuntos em outros artigos.

Origem: Revista Segurança Eletrônica


Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: 'Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.'

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br