Enviado por: sirleimadr em 28/06/2018 78 leituras

Segurança Eletrônica Dahua discute cibersegurança com líderes da indústria durante a IFSEC

Dahua discute cibersegurança com líderes da indústria durante a IFSEC

Especializada no fornecimento de soluções na indústria global de vigilância de vídeo, a Dahua Technology discutiu Cibersegurança e a Regulamentação Geral da Proteção de Dados (GDPR) durante o painel da IFSEC Internacional, que contou também com a participação da TÜV Rheinland, agência de testes, inspeções e certificação independente, e a Synopsys, provedora líder de soluções de segurança e qualidade de software.






Com a entrada em vigor do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) e a crescente conscientização sobre a segurança cibernética na União Européia, a indústria de segurança global passará por mudanças significativas, que já estão sendo levadas em consideração pela Dahua Technology. Daniel Chau, diretor de marketing internacional da fabricante chinesa e membro do Comitê de Cybersecurity da Dahua, afirmou a máxima atenção da empresa em cumprir as regulamentações locais elevantes, bem como o compromisso de longo prazo com os clientes da UE.

“A segurança e os direitos sobre dados pessoais devem ser altamente respeitados e protegidos. O GDPR levará a mudanças de mercado e impactos não negligenciáveis para todas as esferas do setor segurança global, incluindo a Dahua Technology. Estamos trabalhando com profissionais líderes do setor para apoiar nossos clientes a superar os desafios trazidos pela transição”, comenta Daniel Chau. Nessa busca, a Dahua se tornou a primeira na indústria global de vigilância por vídeo a fornecer câmeras IP e gravadores certificados pela TÜV Rheinland com base no GDPR.

A discussão incluiu um debate sobre as melhores práticas de segurança cibernética em aplicações de segurança eletrônica, implicações GDPR nas aplicações de segurança eletrônica, ações necessárias e os efeitos da regulamentação nos aplicativos de Inteligência Artificial (AI) – outro ponto-chave para o futuro do setor. “A Inteligência Artificial usa metadados de vídeo que podem ser dados pessoais, portanto, cobertos pelo GDPR. Isso significa que a AI e o GDPR estão intrinsecamente ligados e que a nova regulamentação deve ser considerada por todas as empresas que usam a tecnologia”, afirmou Adam Brown, gerente de soluções de segurança da Synopsys.

A mudança na indústria, segundo o diretor global de excelência sobre privacidade IOT da agência TÜV Rheinland, deve ser acompanhada por transformações culturais sobre o valor dos dados. “Como precisamos mudar nossa mentalidade e até considerar a educação para que as pessoas comecem a reconhecer que seus dados pessoais têm valor e devem ser gerenciados da mesma forma que nossas finanças. Sabemos onde está o nosso dinheiro, mas sabemos realmente quem tem os nossos dados pessoais e como são utilizados?”, ponderou.

Com portfólio de produtos alinhado às novas exigências, o compromisso da Dahua com a segurança cibernética e a prontidão para a conformidade com o GDPR demonstra o interesse em agregar valor para o setor de segurança eletrônica. “Gostaríamos de explorar uma possibilidade mais ampla entre a inovação tecnológica e as crescentes demandas por privacidade e segurança. A Dahua se dedica para permitir uma sociedade mais segura e uma vida mais inteligente, e vamos nos concentrar em Inovação, Qualidade e Serviço para fornecer soluções para clientes e parceiros globalmente”, concluiu Daniel Chau.

Origem: ecommercenews


Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: 'Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.'

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br