O município de Búzios agora tem seis câmeras com o mecanismo de reconhecimento facial, que foram instaladas para reforçar o sistema de monitoramento da cidade.

Nesta semana, técnicos se reuniram com os agentes da Secretaria de Segurança Pública da Prefeitura de Búzios responsáveis pelo Centro de Monitoramento para um treinamento para utilização do equipamento, e também para auxiliar na construção do plano de ação para prevenção e resolução de crimes através desse mecanismo.

As câmeras fazem parte da parceria formalizada entre o prefeito de Búzios, André Granado, e a empresa de telefonia OI, na pessoa do diretor Manuel Vanda. A empresa doou 10 câmeras de segurança, seis delas com reconhecimento facial para serem adicionadas ao sistema de monitoramento da Cidade. Com essa reforço, o município passa a contar com 130 câmeras monitorando a cidade, com alta tecnologia, deixando Búzios mais segura.

De acordo com a Prefeitura, desde que o sistema foi implantado, em 2016, foi registrado um maior índice na resolução de crimes, integração entre as forças de segurança. Também  é destaque a  prevenção de delitos, diminuindo a incidência, além de maior sensação de segurança.

Recentemente foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado que Búzios ficou em ótima posição na questão de Segurança Pública no último trimestre de 2018 (outubro a dezembro). Entre as cidades da Região dos Lagos o município foi o único a atingir todas as metas. Entre as razões apontadas estão o sistema integrado da Secretaria de Segurança com as polícias, da qual faz parte o Centro de Monitoramento.

Origem: Portal da Segurança

Marcelo Peres

[email protected]

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para [email protected]

Comentários