A tecnologia anti-spoofing garante que fotos, imagens baseadas em tela ou mesmo vídeos de uma face conhecida não sejam falsificados

A IntelliVision anunciou a adição da função anti-spoofing à sua tecnologia de reconhecimento facial, para garantir que fotos, imagens baseadas em tela ou mesmo vídeos de uma face conhecida não sejam falsificados.

“Com a crescente popularidade do reconhecimento facial para controle de acesso, segurança e personalização, é inevitável que os mal intencionados tentem enganar o sistema”, afirma Krishna Khadloya, vice-presidente de desenvolvimento da IntelliVision. “As câmeras 3D especiais são caras demais para a maioria das aplicações, por isso implementamos um teste de ‘vivacidade’ que pode ser usado com câmeras 2D comuns, incorporadas ou baseadas em servidor.”

A nova função de reconhecimento facial IntelliVision pode ser implementada em servidores locais, na nuvem ou incorporada em câmeras com chips ARM de múltiplos núcleos, como os da Ambarella e da Qualcomm. A tecnologia logo estará disponível comercialmente nos painéis de toque inteligentes ELAN da NSC, adicionando um novo nível de conveniência intuitiva à plataforma de controle e automação residencial.

Segundo a empresa, o reconhecimento facial está aumentando em uso não apenas para capturar criminosos e autenticar funcionários, mas também para agregar valor por meio da identificação VIP em aplicativos de varejo inteligentes e para adicionar personalização conveniente à casa inteligente.

Origem: Revista Digital Security

Marcelo Peres

[email protected]

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para [email protected]

Comentários