A versão 2019 amplia a usabilidade do Smart Client e o leva para fora da sala de controle com suporte para áudio unidirecional e bidirecional no Mobile Client

A primeira versão do software de gerenciamento de vídeo Milestone XProtect (VMS) de 2019 amplia a usabilidade do Smart Client e o leva para fora da sala de controle com suporte para áudio unidirecional e bidirecional no Mobile Client. Isso é benéfico para o pessoal de segurança em trânsito, cujas tarefas às vezes exigem que eles estejam longe do Smart Client para desktop.

O áudio unidirecional permite que os usuários escutem o áudio capturado pelo microfone conectado à câmera, diretamente de seus telefones celulares usando o aplicativo Milestone Mobile. Os usuários também podem aumentar sua percepção situacional quando o vídeo não está disponível, por exemplo, em extrema escuridão ou quando um incidente acontece fora do alcance de visualização da câmera.

Esta nova função também leva a capacidade de áudio um passo adiante com o PTT (Push-to-Talk), um recurso que permite que os usuários falem através do alto-falante conectado à câmera diretamente de seus telefones celulares. Isso permite que a equipe de segurança use seus sistemas VMS preventivamente para coisas como controle de acesso, avisos de multidões e alertas de invasores – todos disponíveis no celular.

Áudio bidirecional no Web Client

A versão 2019 R1 do XProtect também inclui suporte para áudio bidirecional no Cliente Web. O áudio bidirecional permite que os usuários falem através do alto-falante conectado à câmera diretamente do Web Client – em qualquer lugar. Isso transforma o sistema VMS em uma ferramenta interativa e ajuda os usuários a responder rapidamente a coisas como solicitações de controle de acesso e prevenção de incidentes, sem precisar estar fisicamente presentes na sala de controle ou no local.

Criptografia baseada em certificado

O XProtect 2019 R1 leva a resistência do sistema às ameaças de segurança cibernética um passo à frente ao criptografar toda a comunicação entre o servidor de gravação e outros servidores e clientes conectados a ele. A criptografia baseada em certificado requer que todos os componentes que se comunicam com o Servidor de Gravação – incluindo soluções de terceiros integradas ao sistema VMS – sigam um processo de certificação rigoroso, garantindo a resistência do sistema a ameaças de segurança cibernética. Esse design de sistema oferece aos usuários o melhor desempenho, criptografado de ponta a ponta.

Origem: Revista Digital Security

Marcelo Peres

[email protected]

Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para [email protected]

Comentários