A Polícia Militar do Rio de Janeiro e a operadora Oi irão testar câmeras de vigilância de massa durante o carnaval carioca, afirma o The Intercept. As câmeras estarão posicionadas nos blocos de Copacabana e servirão para captar imagens de pessoas nas ruas, rosto por rosto, e placas de carros.

Após receber as imagens capturadas pela Oi, a Polícia Militar vai cruzar os rostos de cidadãos e outros detalhes com informações das bases policiais, justiça e departamento de trânsito. A ideia, segundo as autoridades, é identificar criminosos à solta e veículos roubados. A PMERJ reforça que, “em um bloco de carnaval, podemos identificar de forma imediata a presença de um criminoso”.

De acordo com o secretário da PMERJ, coronel Rogério Figueiredo de Lacerda, as câmeras são “uma ferramenta fantástica. É a modernidade, enfim, chegando”.

A Oi, que teve um “custo zero” ao adquirir a ferramenta de acordo com o coronel, ainda não detalhou como os dados sensíveis (de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados) serão armazenados e lidados. Nem quanto tempo eles ficarão no sistema e quem irá receber as informações.

A tecnologia oferecida pela Oi é desenvolvida pela Huawei e se chama VCM (gerenciador de vídeo na nuvem). Segundo a fabricante chinesa, o diferencial dessa ferramenta é a precisão no reconhecimento de pessoas e objetos.

Origem: Tecmundo

Marcelo Peres

[email protected]

Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para [email protected]

Comentários