O novo chip será a base para a grande maioria dos produtos de vídeo em rede da Axis, uma das primeiras câmeras a integra-lo é a AXIS P1375

A Axis anuncia a 7ª geração de seu próprio chip ARTPEC, otimizado para vídeo em rede. O novo chip fornecerá uma série de novos recursos e recursos para as câmeras de rede da Axis. Esses recursos incluem imagens ainda melhores, como a possibilidade de executar análises no local. Além disso, como o chip é totalmente desenvolvido pela Axis, ele fornece uma camada de controle para a segurança cibernética. A partir de agora, o novo chip será a base para a grande maioria dos produtos de vídeo em rede da Axis. Uma das primeiras câmeras a incluir esse chip é a AXIS P1375, que deve ser apresentada na ISC West, feira de segurança eletrônica realizada entre 9 a 11 de abril em Las Vegas (EUA).

“Na atual situação do mercado, acreditamos que a Axis tem uma forte vantagem competitiva como um dos poucos fabricantes com nosso próprio sistema no chip”, diz Johan Paulsson, diretor de tecnologia. “Temos controle total sobre todos os transistores, o que é muito bom do ponto de vista da confiança e da segurança cibernética. Além disso, ao contrário de outros chips, não é um design genérico para todos os fins. Pelo contrário, é 100% otimizado para criar soluções de vídeo em rede de alta qualidade da Axis.”

Graças a um pipeline de processamento de imagem completamente reprojetado, o chip melhora ainda mais as tecnologias exclusivas da Axis que foram criadas para lidar com condições difíceis de iluminação. Por exemplo, o Lightfinder 2.0 fornecerá cores mais saturadas e realistas em ambientes de pouca luz, junto com as imagens mais nítidas de objetos em movimento, mesmo nas áreas mais escuras. Da mesma forma, o WDR Forense fornecerá imagens mais nítidas de objetos em movimento, bem como detalhes em cenas com iluminação de fundo ou cenas com grandes diferenças entre as áreas mais claras e mais escuras. O aumento da sensibilidade à luz também amplia significativamente a faixa de iluminação das câmeras Axis com iluminação IR (infravermelho).

Futuras câmeras Axis também permitirão que os usuários escolham entre a codificação de vídeo H.264 e H.265, dependendo do que melhor atende às suas necessidades de sistema e vigilância. Tanto o padrão de codificação em combinação com a tecnologia Axis Zipstream agora exigirá menos largura de banda e espaço de armazenamento sem sacrificar a qualidade da imagem. Além disso, os usuários têm a liberdade de reavaliar sua escolha de codec a qualquer momento, caso seus requisitos sejam alterados.

O ARTPEC-7 permite recursos de segurança “integrados” para câmeras Axis, incluindo firmware assinado para que apenas firmware autorizado e seguro possa ser instalado, e inicialização segura, que impede a inicialização de firmware não autorizado. Por fim, esse chip possui um mecanismo de detecção de objetos em tempo real que possibilitará aos parceiros da Axis desenvolver análises para detectar e diferenciar automaticamente pessoas, rostos e objetos.

Origem: Revista Digital Security

Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

Guia do CFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Comentários