Novo sistema de segurança na sede da Polícia Federal de São Paulo

A Panasonic do Brasil, por intermédio da empresa WMX, acaba de fornecer
e instalar um sistema completo de segurança para a sede da Polícia
Federal de São Paulo, localizada na Zona Oeste da capital. O projeto
tem como meta monitorar a circulação em todo o prédio, tornando o local
mais seguro.

O edifício, com 11 andares, possui aproximadamente 28 mil m2 e recebeu, em diversos pontos, mais de 200 câmeras, entre fixas e móveis, a fim de cobrir toda a área interna e externa do prédio, e gravadores para gravar as imagens captadas pelas câmeras. O projeto beneficiará cerca de 2200 pessoas, entre funcionários e público externo, que circulam nas dependências da sede da Polícia Federal de São Paulo todos os dias.

Todas as câmeras instaladas no projeto são IP e permitem gerenciamento do monitoramento à distância, ao vivo, por meio do acesso à Internet, inclusive pelo celular. Outras características dos equipamentos instalados são a alta qualidade de imagem, resolução em megapixel, lente grande angular – que, no caso do prédio da Polícia Federal, permite a visualização de dois corredores em uma única câmera -, abertura de quase 90º, alta potência de zoom, redutor de ruído digital, caixa de proteção contra vandalismo, giro de 360º na horizontal e 180º na vertical, entre outros. Entre as câmeras comercializadas, estão os modelos WV-NF302P, WV-NW964P e WV-NS202AP.

Já o gravador WJ-ND400P se destaca pelo zoom de 4x, compressão em JPEG e MPEG4 e capacidade de gravação de 9 TB para até 32 câmeras IP conectadas no modo megapixel, que pode ser expandida para até 54TB através de unidade externa. Além disso, o gravador trabalha com um software que possui três modos de visualização – possibilita ver 16 telas simultâneas e em sequência, visualizar imagens armazenadas no gravador e um mapa com todos os pontos nos quais existem câmeras instaladas.

“Os equipamentos de segurança da Panasonic possuem alta tecnologia e certamente contribuirão para o trabalho da Polícia Federal de São Paulo. Nossa expectativa é que este caso sirva de exemplo e incentive outras polícias a aderirem ao sistema de monitoramento da Panasonic”, diz Luis Sérgio Correia, Engenheiro Eletrônico da Panasonic do Brasil.

 

Origem: Revista IP

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.