Setor de equipamentos para redes sem fio cresceu quase 30% no último trimestre

No segundo trimestre de 2011, as vendas de equipamentos para redes sem fio, ou WLAN (do inglês, wireless local area network), atingiram US$ 1,52 bilhão, o que representa um aumento de 29,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com a IDC, responsável pela pesquisa, trata-se de um dos melhores desempenhos da história do setor.

Um dos destaques, segundo o estudo, foi a receita obtida com a venda de equipamentos para redes sem fio voltados, especificamente, para empresas. No trimestre, esse mercado contabilizou receitas de US$ 725 milhões, com crescimento de 43,4% sobre o mesmo período de 2010. "A mobilidade corporativa tem emergido como uma das principais prioridades de CIOs e gerentes de TI em todas as geografias, e o crescimento das receitas do mercado de WLAN durante o segundo trimestre é um claro testemunho dessa dinâmica de mercado", escreveu no relatório o diretor da área de comunicação corporativa e infraestrutura da IDC, Rohit Mehra.

Os equipamentos corporativos baseados no padrão 802.11n tiveram um incremento de 79,1% nas receitas e de 66,6% em unidades vendidas, de abril a junho de 2011.

 
(Portal Olhar Digital/SP – 29/08/2011) 
Origem: Clipping ABESE
 
 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.