SP: placas que indicam presença de câmeras são nova aposta da polícia

Os responsáveis pelo monitoramento das câmeras de segurança que existem em SP dizem que as placas, que começaram a ser colocadas há cerca de um mês, já contribuíram com a redução de alguns crimes.

Pela lei municipal, as placas deveriam ter sido colocadas há quase dez anos, onde quer que houvesse uma câmera. A lei, como se diz por aí, não pegou. Até que se concluiu que a câmera é mais eficiente quando o criminoso sabe que tudo pode ser vigiado.

Apesar das letras miudinhas e da colocação das placas em lugares onde normalmente não paramos para olhar, os responsáveis pelo monitoramento das mais de 1,3 mil câmeras de segurança que existem hoje nas ruas de São Paulo dizem que as placas, que começaram a ser colocadas há cerca de um mês, já contribuíram com a redução de alguns crimes.

O estacionamento do Parque do Ibirapuera, por exemplo, enfrentava uma onda de furtos, até que vieram as câmeras e as placas.

“A hora que a gente começou a colocar a sinalização, os usuários começaram a ter melhor a percepção de segurança. Os infratores começaram a se inibir, ou seja, deixaram de praticar esses atos”, conta Paulo Rogério, diretor da Central de monitoramento.

origem: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/11/sp-placas-que-indicam-presenca-de-cameras-sao-nova-aposta-da-policia.html

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.