Aplicativo Android malicioso pode transformar smartphone em dispositivo de monitoramento

Por conta de código malicioso, app pode saber localização exata do usuário, bem como interceptar informações de e-mails enviados

Quatro aplicativos disponíveis na Google Play estão espionando secretamente usuários Android, de acordo com relatório da empresa de segurança Lookout. 

Chamado de Oversee, o código malicioso dos apps permitem que o dispositivo móvel afetado se transforme em uma ferramenta de monitoramento, por meio da qual o aplicativo pode saber coordenadas da localização do usuário, bem como coletar informações sobre envio de e-mails.

De acordo com Kristy Edwards, gerente de produtos para pesquisas de segurança da Lookout, as informações coletadas podem ser incrivelmente valiosas para atacantes, caso estejam interessados em saber como achar a vítima, ou com quem ela está conversando.

Um dos aplicativos, o Embassy, o qual permitia que usuários procurassem pela embaixada do seu país em cidades estrangeiras também verificada a lista de contatos de e-mail dos usuários e os enviada para servidores operados pelo Facebook e pela Amazon.

O Google já confirmou a exclusão dos aplicativos da sua loja on-line.

origem: http://www.itforum365.com.br/noticias/detalhe/121300/aplicativo-android-malicioso-pode-transformar-smartphone-em-dispositivo-de-monitoramento

Sirlei Madruga de Oliveira
Editora do Guia do CFTV
sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.