As principais tendências do e-commerce em 2022

Escutar o áudio deste artigo

A internet é um espaço que os empreendedores podem explorar, criando o seu e-commerce para o seu negócio. Para ter excelentes resultados, é importante acompanhar as tendências do e-commerce em 2022.

Afinal, as novidades permitem se manter competitivo, aprimorar o desempenho e vendas e, consequentemente, com o tempo, conquistar mais credibilidade no mercado e a confiança dos clientes.

 

O cenário do e-commerce

O comércio eletrônico é um setor que está sempre em constante mudança, graças às novas tendências e tecnologias, além de um ambiente corporativo com rápidas evoluções e facilidades.

Nos últimos anos, o comportamento de compras está cada vez mais voltado para o online. Assim, os empreendedores precisam conhecer as novidades do mercado digital e se preparar para implementá-las no seu negócio.

Entre as principais tendências para 2022, estão a IA (Inteligência Artificial), omnichannel, preços dinâmicos, entre outras que podem agregar ganhos interessantes para o negócio.

Para estar à frente dos seus concorrentes, pesquisar e conhecer as principais tendências para o e-commerce é o jeito de ter resultados promissores.

 

Tendências para o e-commerce em 2022 para o sucesso dos negócios

A tecnologia e novas tendências são grandes aliadas do e-commerce.

Sendo assim, os empreendedores devem se atentar às principais inovações e como elas podem ajudar nos processos, permitindo oferecer a melhor experiência para os clientes – por exemplo. Confira as principais nos tópicos a seguir.

  • Omnichannel

O conceito de omnichannel consiste na integração de diferentes canais de comunicação e venda com o foco em tornar a jornada de compra mais personalizada, conforme as necessidades e interesses das pessoas.

A ideia principal é garantir que a marca esteja presente em todos os canais que o público-alvo costuma acessar.

Entretanto, ao contrário do que muitos pensam, o omnichannel não significa apenas estar presente em vários canais de comunicação e vendas. 

No omnichannel, os consumidores não conseguem perceber a diferença entre os processos e tratamentos online e offline, bem como todas as informações já estão integradas.

 

  • Recommerce

O recommerce é uma prática que consiste em colocar de volta no mercado um produto após já ser utilizado por um tempo. A ideia de jogar fora um item quando você não quer mais é considerada ultrapassada.

Um exemplo de recommerce é o marketplace Enjoei, que surgiu com um propósito de sustentabilidade.

O crescimento de brechós no Instagram e em alguns bairros são outro excelente exemplo.

E por que o recommerce será uma grande tendência em 2022? Algumas respostas para este questionamento estão relacionadas à sustentabilidade, ou seja, reduzir os impactos ambientais.

Por diferentes motivos e valores, cada vez mais as pessoas estão procurando produtos de segunda mão, algo que faz com que a economia gire sem que o ambiente sofra com isso, fato reforçado por conta do slow fashion.

Para chamar atenção do público, utilizar estratégias de Inbound Marketing é uma excelente alternativa nesse contexto.

O marketing de atração, como é conhecido popularmente, visa atrair, converter, vender e encantar os clientes com ações bem sutis, diferente do marketing tradicional que costuma ser mais agressivo.

Nesse caso, os valores da marca e seus posicionamentos em relação às causas sociais e ambientais podem ser abordados em materiais, que encantarão esses usuários.

 

  • Social Commerce 

As redes sociais já fazem parte do nosso dia a dia e para as marcas é muito importante marcar presença neste espaço para fortalecer a imagem do negócio e se relacionar com os clientes.

Com o crescimento no número de usuários nas redes, as vendas por esses canais também tendem a aumentar.

Assim, Whatsapp Pay e links de pagamento são recursos que tendem a ficar mais populares para oferecer sempre a melhor experiência de compra aos consumidores.

 

  • Prazos de entrega cada vez mais rápidos

O imediatismo é uma característica que tem crescido nas pessoas e no mercado nesses últimos anos. 

A necessidade de ter respostas rápidas já é uma realidade e o público deseja ter isso quando o assunto são entregas de produtos e atendimentos.

O prazo de entrega é um dos fatores decisivos para as compras, e muitas pessoas não se importam em pagar mais caro para ter suas mercadorias em mãos rapidamente.

A Amazon é um excelente exemplo quando o assunto é logística eficiente e agilidade, fazendo entregas até no mesmo dia da compra, dependendo do horário e localização do cliente.

Deste modo, investir em diversos canais e centros de distribuição em locais estratégicos são formas de atender a todas as demandas.

 

  • Atendimento automatizado

O atendimento automatizado é aquele em que não há ações humanas sendo realizadas. 

Essa é uma forte tendência para os e-commerces em 2022, porque atua acelerando o tempo de resposta.

Automatizar processos é o caminho para proporcionar ótimas experiências aos clientes.

O uso de chatbots, por exemplo, são excelentes opções para a automatização dos atendimentos aos clientes, podendo configurá-los com diversas respostas e caminhos, algo que desafoga bastante o tempo dos atendimentos.

Estas são apenas algumas das diversas tendências. 

Portanto, estar atento e acompanhar as novidades para o e-commerce é o modo de melhorar o desempenho, vendas, atendimento ao cliente, faturamento e assim obter ganhos interessantes para o seu negócio.

 

 

O que é Inbound Marketing? Conheça tudo sobre a estratégia capaz de atrair os consumidores sem ser invasivo

 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.