Porto de Paranaguá investirá R$ 25 milhões em sistema de segurança

Projeto prevê a instalação de 300 câmeras para cobrir toda a área portuária. Três totens também serão instalados no pátio de triagem para fazer o pré-cadastro dos motoristas de caminhão, que passarão a ser identificados por um sistema de leitura biométrica.

O Porto de Paranaguá, localizado no Paraná, terá um novo sistema de segurança que cobrirá 100% da área portuária, com instalação de mais de trezentas câmeras de monitoramento e sistemas que garantirão a segurança terrestre e marítima 24 horas por dia. O investimento estimado é de R$ 25 milhões e a previsão é que o sistema entre em funcionamento até abril do ano que vem. Com esta ação, o porto será o primeiro do Brasil a ter um projeto de segurança desta amplitude
A medida atende às exigências da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis, Polícia Federal, Receita Federal e Agência Nacional de Transportes Aquaviários, que permitirá a atualização do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias do Porto de Paranaguá.
O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Airton Vidal Maron, apresentou o novo plano de segurança do Porto à Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis, em busca de sugestões para aprimorar o projeto. Ele disse que pretende lançar o mais rápido possível a licitação para contratar a empresa que vai executar o projeto. 
O novo sistema prevê a instalação de 300 câmeras para cobrir toda a área portuária. Serão instaladas câmeras fixas, móveis, com infravermelho e câmeras térmicas, que permitem o monitoramento de áreas molhadas, para fazer a proteção perimetral do Porto e a contrabordo dos navios. Todas as imagens capturadas pelas câmeras serão armazenadas por 90 dias no banco de dados, conforme exigência da Receita Federal. 
Numa segunda etapa, uma câmera térmica será instalada na Ilha do Amparo, garantindo o monitoramento de toda a Baía de Paranaguá. Três totens serão instalados no pátio de triagem para fazer o pré-cadastro dos motoristas de caminhão, que passarão a ser identificados por um sistema de leitura biométrica da mão para acesso ao porto. O projeto de segurança prevê ainda a instalação de câmeras para cobrir os cerca de 2.800 metros de extensão dos alambrados, muros e paredes que circundam a área portuária, entre outros.
Com informações da Agência de Notícias do Paraná 
 
 
Origem: Revista IP
 
 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.