Imagem e telefonema foram determinantes para prisão de PMs da Rota

As imagens de câmeras de monitoramento e
uma ligação telefônica que duraram 12 minutos foram determinantes para a
prisão de três policiais da Rota –grupo da Polícia Militar–,
suspeitos de torturar e matar um homem detido após um tiroteio na Penha,
zona leste de São Paulo.

As imagens foram registradas por câmeras
da concessionária que administra a rodovia Ayrton Senna, onde os três
policiais estacionaram o carro e permaneceram por 12 minutos. Mesmo
horário e minutos em que a central da PM recebeu a denúncia de uma
testemunha descrevendo o que estava acontecendo no local. Na ligação foi
possível ouvir o som dos tiros disparados contra o homem.

Dos seis mortos no tiroteio de ontem,
apenas três foram identificados: Claudio Henrique Mendes da Silva, José
Carlos Arlindo Júnior, 35, procurado por furto, roubo e homicídio, e
Antônio Marcos dos Santos, 35, procurado por tráfico.

Outros três suspeitos foram presos: Fabiana Rufino de Souza, Luci
Maria Pereira Ramos, 48, e Ricardo dos Santos Souza, 34 –os dois
últimos já eram procurados sob suspeita de roubo, formação de quadrilha,
tráfico e porte de arma. Cinco pessoas conseguiram fugir. 

 

 

origem:http://www.jornalfloripa.com.br/brasil/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=21852


Sirlei Madruga de
Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do
CFTV


Avalie
esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma
informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos
os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das
fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer
responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que
é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte
redatora.’ 

 

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.