Compartilhando vídeos a 370 km de distância.

Marília, no interior de São Paulo, tornou-se a primeira cidade integrada

ao sistema de videomonitoramento estadual da Polícia Militar.

Missão

Apesar de ter uma população de 216 mil habitantes, o município paulista de Marília não tinha um sistema de videomonitoramento urbano até o final de 2014.

Localizado a quase 450 quilômetros de carro da capital (ou 370 km em linha reta), o município precisava de um plano de segurança que aliasse baixo custo com recursos tecnológicos avançados e que oferecesse, além do monitoramento, ferramentas para otimizar o combate a furtos e outras ocorrências, dando respaldo ao trabalho de inteligência. Afinal, se a implantação do sistema seria tardia em relação a outras cidades de médio porte, havia   a oportunidade de fazê-lo 100% digital e seguindo os conceitos mais modernos de videomonitoramento.

Solução

Sem ter um parque de câmeras analógicas nas ruas, Marília não precisaria de codificadores de vídeo para convertê-las ao mundo digital. Considerando os modelos de câmeras IP PTZ mais recentes, com alta qualidade de imagem, talvez fosse possível cobrir uma área muito mais ampla com poucas câmeras, reduzindo o custo de infraestrutura do projeto. Pensando nisso, a integradora Sillis, parceira da Axis, instalou apenas 12 câmeras AXIS Q6044-E em pontos estratégicos da cidade, conectadas por fibra óptica à central de monitoramento e controladas por quatro joysticks AXIS T8311. As câmeras são gerenciadas pelo software da Genetec, também parceira da Axis.

Resultado

De forma inédita, o software da Genetec possibilitou a Federalização, ou seja, a integração com a rede da Policia Militar do Estado de São Paulo. Na prática, as imagens operadas no Quartel da Polícia de Marília são transmiti das em tempo real para o COPOM – Centro de Operações da Policia Militar de São Paulo, na capital. Assim, Marília se tornou a primeira cidade a compartilhar dados dentro da rede Intragov da Polícia Militar. 

“ As principais vantagens percebidas com o sistema têm sido a solução de ocorrências policiais, o auxílio em acidentes de trânsito e com o Corpo de Bombeiros, além do trabalho social com andarilhos e moradores de rua em situação de risco.” 
Qualidade, não quantidade A maior parte dos 5.570 municípios brasileiros não possui Guarda Civil. É o caso de Marília, onde o trabalho de segurança urbana é responsabilidade exclusiva da Polícia Militar, com foco na ação preventiva e de inteligência. Com o passar do tempo, a instalação de câmeras foi se mostrando uma proposta favorável à supervisão dos acontecimentos na cidade e à prestação de um serviço de qualidade à população. O edital, primando por produtos de alta qualidade, foi vencido pela integradora Sillis. “Nós trabalhamos há bastante tempo com a Axis devido à qualidade e à durabilidade dos produtos.
Já instalamos câmeras Axis no Santuário de Nossa Senhora de Aparecida, por exemplo, um projeto emblemático para a nossa empresa. Hoje, a Axis é a fabricante líder de mercado e a que oferece soluções mais variadas”, conta o Diretor Técnico da Sillis, Marcel Minotelli.
As 12 câmeras AXIS Q6044-E foram instaladas em pontos estratégicos levantados pela Policia Militar do Estado de São Paulo, como vias e praças. Os equipamentos estão interligados com fibra ótica até a prefeitura – o que possibilita extrair o máximo de qualidade das imagens. E a visão proporcionada pelo ângulo de 360º com qualidade HDTV é impressionante. “O zoom em alguns pontos até excede o que nós precisamos. De algumas câmeras, é possível enxergar a outra, de ponto a ponto. Estamos falando de uma distância de cerca de 4 km”, afirma Minotelli.

origem: http://www.axis.com/files/success_stories/ss_cit_marilia_municipality_67301_br_1604_lo.pdf

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.