Câmeras registram minuto a minuto de explosões em mega-assalto em SP

Roubo à empresa Prosegur, em Ribeirão Preto (SP), durou 7 minutos.
Após assalto, grupo trocou tiros com a polícia e duas pessoas morreram.

  Câmeras de segurança instaladas nas proximidades da empresa de transporte de valores Prosegur, na zona norte de Ribeirão Preto (SP), registraram minuto a minuto da sequência de explosões durante o mega-assalto na madrugada de terça-feira (5). (Veja vídeo acima).

A quadrilha, formada por pelo menos 20 homens, explodiu e roubou a unidade durante uma ação que levou 7 minutos, do momento da chegada do grupo até a retirada do dinheiro de dentro da empresa.

Após o assalto, o grupo fugiu e trocou tiros com a polícia por mais de 40 minutos. Segundo o delegado João Osinsky Junior, mais de mil tiros de fuzil foram disparados. O tiroteio resultou na morte de um policial e de um homem, que foi usado como ‘escudo’ pelos suspeitos.

Eram 4h08 quando os ladrões chegaram à frente da empresa em um caminhão e em 15 carros. Os suspeitos estacionaram no local e logo em seguida explodiram o transformador de energia, deixando a região no bairro Campos Elíseos às escuras. 

A estratégia, segundo o especialista em segurança Fernando Paluan, tem características militares. “Enquanto eles estão no escuro conseguem ver a aproximação da polícia, de todas as outras pessoas que se aproximam pelas áreas iluminadas”, explicou.

  Entre 4h10 e 4h14, os suspeitos, todos vestidos de preto, fecharam a Rua Romeu Ceoloto, no cruzamento com a Avenida da Saudade, e começaram a preparar os explosivos, que destruíram a fachada da empresa em Ribeirão Preto.

“Estão usando roupa preta como se fosse uma camuflagem, porque já planejavam ficar no escuro, e não seriam vistos com facilidade”, comentou Paluan.

  Do momento da chegada até a primeira explosão, os suspeitos levaram seis minutos, segundo os registros de uma das câmeras de segurança. O primeiro estrondo na região foi capturado pelas câmeras às 4h15.

A sequência de explosões dura menos de um minuto. Em um intervalo de 15 segundos, os suspeitos detonaram as dinamites pela segunda vez. Ainda às 4h15, os ladrões efetuaram a terceira explosão no local.  

Logo depois, os suspeitos começaram a usar lanternas para andar sobre os escombros e começaram a retirada do dinheiro de dentro da empresa. “O primeiro efeito foi romper a barreira para ter acesso ao dinheiro, ao cofre, e o segundo objetivo é o efeito psicológico que causa em quem em estaria fazendo a defesa”, comentou o especialista.

O crime
O grupo, formado por ao menos 20 homens, explodiu e roubou a unidade da Prosegur na madrugada de terça-feira (5). Segundo o delegado, mais de mil tiros de fuzil foram disparados em 40 minutos contra os policiais. A quantia levada pelos assaltantes não foi informada.

origem: http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2016/07/cameras-registram-minuto-minuto-de-explosoes-em-mega-assalto-em-sp.html

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.