UFU demite vigilantes e contrata porteiros para segurança dos campi

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) vai demitir, até o fim de outubro, 104 dos 232 vigilantes que fazem a segurança dos campi Uberlândia, Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, Patos de Minas e Monte Carmelo, no Alto Paranaíba. Os prestadores de serviço eram contratados da TBI Segurança, empresa responsável por prestar o atendimento de preservação patrimonial desarmada dos campi, e funcionários da universidade. Os demitidos já estão cumprindo aviso prévio.

A alteração na segurança foi uma das maneiras escolhidas pela UFU a fim de cumprir dois decretos federais que determinam o corte de custos de contratos nas instituições públicas da União. A reportagem do CORREIO de Uberlândia apurou que todos os contratos de serviços terceirizados da universidade sofreram cortes de 20%.

Conforme informou a Diretoria de Comunicação da UFU (Dirco), os vigilantes serão substituídos por porteiros. “Não tem redução de quadro, só alteração da estratégia de segurança”, informou. Ainda conforme a Dirco, no campus Santa Mônica, por exemplo, nove vigilantes faziam o patrulhamento a pé, agora quatro farão o mesmo trabalho, porém com uso de motos. Nos campi também deve ser instalado sistema de videomonitoramento, cuja licitação não tem prazo para acontecer e, segundo a diretoria, ainda não há recursos assegurados para este fim.

De acordo com a assessora jurídica da TBI Segurança, Valéria Luiza dos Santos, os desligamentos já estão sendo feitos para que a universidade reduza o efetivo de profissionais. “Fazemos os desligamentos com muita tristeza. Essa mão de obra já foi treinada e está capacitada. Se houvesse outras vagas, com certeza, seria incorporada”, afirmou.

Para coordenador de segurança, corte gera economia

Segundo coordenador de segurança da UFU, João Delfino Diniz, o corte no contrato de vigilantes representou uma economia de 17% nos valores gastos pela instituição. “Toda a redução é preocupante para gente, porém há necessidade de verba e preferimos garantir a manutenção do pagamento em dia das empresas que prestam serviço à universidade, realizando os cortes”, afirmou. O contrato antigo foi encerrado em setembro e o novo, com a queda no número de vigilantes, será iniciado em 1º de outubro.

Insegurança ronda campis e casos comprovam problemas

O debate sobre insegurança nos campi da UFU permeia a comunidade acadêmica há bastante tempo. o CORREIO de Uberlândia já noticiou o uso das instalações da universidade para o tráfico e uso de droga e ocorrências de roubos e furtos, principalmente no campus Santa Mônica, na zona leste de Uberlândia. Em setembro de 2015, uma estudante foi atacada em uma tentativa de estupro e em novembro do mesmo ano, uma funcionária foi agredida, amarrada e roubada quando fazia a limpeza de um dos blocos da universidade.  Mais recente, o estacionamento de um dos blocos do campus Santa Mônica foi usado para esconder um veículo roubado. 

origem: http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/ufu-demite-vigilantes-e-contrata-porteiros-para-seguranca-dos-campi/

Sirlei Madruga de Oliveira
Editora do Guia do CFTV
sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.