Sistemas de Triagem de Temperatura Corporal com Câmeras Termográficas de Duplo Espectro

Sistemas de Triagem de Temperatura Corporal com Câmeras Termográficas de Duplo Espectro

A pandemia de COVID-19 trouxe impactos gigantescos para todos, mudando hábitos, alterando rotinas, fechando empresas, distanciando pessoas e alterando significativamente todas as atividades e relações. Dentre as diversas situações e problemas que a população mundial está tendo que aprender conviver e se adaptar, alguns dos mais importantes são os protocolos iniciais de verificação de saúde.

Com o passar do tempo e início do processo de reabertura de algumas empresas, surge a necessidade de adaptar os processos de ingresso e acesso aos ambientes, com procedimentos que reduzam os riscos de contaminação, identificando pessoas com possíveis sintomas da doença.

Um dos protocolos reconhecidos para este processo de verificação inicial de sintomas é a medição da temperatura corporal, uma vez que a febre é um dos principais sintomas.

Dessa forma muitos locais passaram a utilizar termômetros eletrônicos para fazer a medição da temperatura corporal das pessoas, com o objetivo de permitir o ingresso somente para pessoas com temperatura corporal normal, e direcionando pessoas com sintomas de febre para a devida verificação médica.

Apesar de produzirem resultados eficientes na verificação de temperatura, os termômetros eletrônicos apresentam algumas limitações e deficiências, que podem prejudicar o processo de verificação de temperatura. Dentre estas limitações, podemos destacar o tempo necessário para realizar a medição, a proximidade necessária para a aferição e a inexistência de um sistema de coleta de dados com o armazenamento das medições.

Como forma de melhorar o processo de triagem de temperatura corporal, alguns fabricantes de sistemas eletrônicos avançados, desenvolveram sistemas capazes de realizar a aferição de temperatura corporal de forma mais avançada através do uso de novas tecnologias. Dentre estas tecnologias, podemos destacar a verificação de temperatura através de câmeras termográficas.

As Câmeras térmicas ou termográficas são câmeras capazes de captar a emissão de radiação de infravermelho ou emissão de calor de ambientes, objetos e seres vivos. O infravermelho é uma faixa de ondas eletromagnéticas que não é visível para os seres humanos, porém este tipo de câmera foi desenvolvido com sensores térmicos do tipo microbolometro não refrigerado que são capazes de captar os diferentes níveis de radiação infravermelha e convertê-los em sinais elétricos e imagens para análise e identificação, mostrando as diferenças de temperatura em uma determinada cena, objeto ou corpo.

Câmeras termográficas são câmeras que já existem há vários anos, sendo amplamente utilizadas em aplicações militares, pesquisas científicas, manutenção industrial e na navegação marítima, com excelente desempenho. Com a nova demanda ocasionada pela pandemia, a tecnologia de câmeras termográficas foi adaptada e associada com recursos de inteligência artificial para identificação precisa de corpos humanos, detecção de faces e reconhecimento facial.

Assim alguns fabricantes de câmeras de videomonitoramento desenvolveram câmeras de duplo espectro, ou seja, câmeras com tecnologia termográfica e óptica de alta resolução associadas, aproveitando os melhores recursos das duas tecnologias embarcados em um mesmo equipamento.

Surgiram então os sistemas de triagem de temperatura corporal, utilizando câmeras IP de videomonitoramento de duplo espectro alta resolução com inteligência artificial e capacidade de medição de temperatura corporal na região da cabeça de um indivíduo identificado, proporcionando uma medição de temperatura corporal com uma boa precisão mesmo com a medida realizada a distâncias que entre 1 e 15 metros, dependendo da resolução termográfica, lentes e capacidades dos equipamentos utilizados.

Para uma maior precisão e confiabilidade destes sistemas, em geral, se recomenda a utilização de um módulo calibrador Black Body (Corpo Negro), responsável por gerar uma referência de temperatura fixa no ambiente para a câmera termográfica. Desta forma a câmera pode se recalibrar automaticamente mesmo com variações de temperatura no ambiente ao longo do dia.

Os sistemas de Detecção de Temperatura Corporal com Inteligência Artificial com Câmeras Termográficas são destinados a detecção imediata da temperatura corporal, através da captação e análise das radiações de calor emitidas naturalmente pelas pessoas. Trata-se de uma ferramenta de triagem para identificação de pessoas com indícios de febre ou de temperatura facial muito elevada.

Dentre as principais vantagens destes sistemas podemos  destacar:

  • Grande velocidade de aferição de temperatura, não impactando de forma significativa no deslocamento normal de acesso a qualquer ambiente.
  • Privacidade e redução de riscos de contaminação, através do distanciamento na medição de temperatura.
  • Não necessita que a pessoa responsável pela triagem se aproxime da pessoa analisada, o acompanhamento pode ser feito à distância ou mesmo remotamente.
  • Precisão na identificação de temperatura obtida com uma câmera termográfica de alta capacidade.
  • Gravação de registros das medições e das imagens em Sistema de Gerenciamento de Videomonitoramento.
  • Possibilidade de identificar pessoas sem máscaras dependendo do sistema.
  • Possibilita reduzir aglomerações pois a medição é rápida e sem a necessidade de parada da pessoa, evitando filas e reduzindo o tempo de contato.
  • Método de aferição de temperatura corporal muito menos invasivo que os métodos convencionais de medição direta no rosto da pessoa.

O sistema busca ajudar na triagem para identificação prévia de sintomas de doenças que causem Febre, como a COVID-19 e H1N1.

Pelas características não invasivas da tecnologia é possível fazer a detecção e análise a distância e sem a necessidade de parada individual de cada pessoa, não gerando impacto nos procedimentos normais de ingresso no ambiente, sendo recomendado para áreas de grande fluxo como aeroportos, rodoviárias, estações ferroviárias, shopping centers, centros comerciais, grandes indústrias, grandes empresas, entre outros.

Apresenta análise automática na passagem e circulação normal das pessoas de maneira rápida e precisa, principalmente em conjunto com o módulo calibrador Corpo Negro (Black Body), pois em conjunto com um calibrador, pode apresentar em alguns casos uma precisão na medição de temperatura entre 0,5ºC e 0,3°C.

É possível também a geração automática de alertas de detecção de pessoas temperatura corporal elevada ou anormal, para os devidos protocolos de saúde para o direcionamento da pessoa para uma contraprova e análise por profissionais de saúde devidamente habilitados.

O grande diferencial da tecnologia em relação a termômetros e outros meios de medição é alta velocidade não alterando as rotinas padrões de ingresso na unidade nem gerando grandes filas no ingresso, pois a medição é automática e imediata. A triagem com termômetros eletrônicos pode levar até 15 segundos por pessoa.

A medição pode ser feita em várias pessoas simultaneamente, sem alterar a precisão ou velocidade, com a identificação individual da pessoa aferida e dependendo do sistema com o reconhecimento facial da pessoa.

Apesar de ser um sistema de videomonitoramento, o processo de instalação e calibragem do sistema de triagem de temperatura é totalmente diferente de um sistema de CFTV convencional. Trata-se de um processo mais demorado e crítico, necessitando um correto posicionamento dos componentes da solução, aprendizado das características do ambiente, bem como um correto direcionamento do fluxo de pessoas e ajuste do campo visual óptico e térmico da câmera. Além disso a posição e ajuste do corpo negro calibrador é essencial.

Devemos verificar que apesar das câmeras termográficas de duplo espectro para triagem de temperatura serem uma tecnologia muito promissora, extremamente útil e já estar em uso em muitos locais, é importante atentar-se que é uma tecnologia nova, que ainda requer um melhor estudo, adequação e adaptação por parte de usuários e integradores.

Além disso, deve-se ter o entendimento que não é um sistema médico capaz de identificar doenças, vírus ou sintoma diretos do Covid-19, Corona Vírus ou qualquer outra doença. Trata-se especificamente de um sistema inicial de triagem de temperatura corporal de pessoas, não cabendo aqui a responsabilidade pelo diagnóstico médico ou identificação de contaminação ou mesmo direcionamento a qualquer tipo de tratamento, sendo estas atividades destinadas aos profissionais habilitados da área de saúde.

Para concluir, pode-se destacar que essa tecnologia é uma ótima oportunidade de negócios para empresas do setor de segurança eletrônica e CFTV, que possuem as expertises necessárias. Este tipo ação, se bem realizada, poderá auxiliar muitas empresas, indústrias e ambientes críticos de grande circulação a manter seu funcionamento, com a segurança de contar com uma triagem efetiva e direcionamento de pessoas com temperatura anormal para as devidas verificações, reduzindo o risco de novos contágios.

Marcelo Peres

Marcelo Peres

Engenheiro Eletricista Consultor ABESE

 

origem: ABESE

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.