Fabricante de drones suspende vendas na Rússia para evitar uso na guerra

Escutar o áudio deste artigo

Ucrânia acusa Rússia de usar drones e dados da DJI para finalidades militares. Fabricante de drones chinesa negou acusações e pausou venda nos países temporariamente.

DJI suspendeu, por tempo indeterminado, todas as atividades comerciais na Rússia e na Ucrânia.

A maior fabricante de drones do mundo informou que a decisão visa a garantir que os produtos da companhia não sejam utilizados na guerra. Autoridades ucranianas dizem ter sido expostas por dados vazados pela DJI à Rússia, mas a empresa nega as acusações. É a primeira vez que uma grande empresa da China interrompe seu funcionamento no país governado por Vladimir Putin desde que a guerra entre as duas nações foi iniciada.

A polêmica começou após surgirem, no mês passado, imagens de militares russos que estariam usando drones da DJI durante o conflito. Os dispositivos eram acionados no modo de detecção de pessoas e objetos para apontar a posição geográfica de tropas e bases ucranianas.

origem: Drone DJI Mavic Mini Fly More Combo com Câmera – 2.7K – Drone – Magazine Luiza

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.