Iniciativa Folding@Home já tem mais poder computacional do que o melhor supercomputador

O projeto que recorre aos computadores pessoais dos utilizadores aderentes já apresenta um desempenho superior aos dos sete maiores supercomputadores do mundo juntos

OFolding@Home começou como um projeto para permitir que todas as pessoas pudessem contribuir com os seus computadores, dos mais modestos aos mais potentes, para encontrar uma resolução mais rápida de problemas matemáticos de investigações científicas. A iniciativa dedicou-se, entretanto, às questões relacionadas com o COVID-19 e atingiu agora um novo patamar: já tem mais do dobro do poder computacional do Summit, aquele que é considerado o supercomputador número um a nível mundial, que detém o recorde de desempenho com 149 petaflops.

Atualmente, o Folding@Home já consegue uns impressionantes 470 petaflops de output, o que equivale ao desempenho dos sete maiores supercomputadores do mundo juntos, revela o Tom’s Hardware. Em apenas duas semanas, a iniciativa ganhou 400 mil novos membros, o que representa um crescimento de cerca de 1200%.

Como a Exame Informática tinha dado conta, a contribuição da comunidade já tinha permitido identificar a estrutura da proteína que constitui ponto de ligação do novo coronavírus às células humanas.

Entretanto, o supercomputador Summit também já identificou 77 combinações de medicamentos que podem vir a ser úteis a combater o coronavírus.

origem:  Exame Informática

 

Sirlei Madruga de Oliveira

 

Editora do Guia do CFTV

 

 

 

 

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.