Câmera desenvolvida permite o monitoramento dos sinais vitais de pacientes

Você consegue imaginar uma câmera que é capaz de avaliar a sua saúde apenas pelo uso de imagens?

Pois é. A Hanwha Techwin, fabricante de câmeras de vigilância da Samsung, e a Oxehealth, desenvolvedora de software de monitoramento de saúde, anunciaram parceria para a criação de uma câmera capaz de monitorar a saúde das pessoas a partir de imagens. O trabalho em conjunto já rendeu resultados surpreendentes, pois já é possível por meio da câmera monitorar a frequência cardíaca e as taxas de respiração dos pacientes. O objetivo é expandir as funções para o monitoramento de temperatura, pressão arterial e até mesmo da oxigenação no sangue. Mas como isso acontece? A câmera é capaz de “ler” os sinais vitais por meio da localização da pessoa nas imagens e da seleção da parte do corpo a ser analisada. O intuito é que a tecnologia seja utilizada em instituições de saúde e em penitenciárias, visando a prevenção de mortes, já que por meio do monitoramento será possível receber alertas sobre mudanças súbitas nos pacientes e nos detentos. As empresas também estão considerando a aplicabilidade em pacientes em atendimento domiciliar, como idosos, e no monitoramento de bebês. Parece ficção científica, mas é a realidade. Confira o vídeo que mostra o funcionamento da Oxecam:

Origem: http://canaltech.com.br/noticia/saude/camera-desenvolvida-permite-o-monitoramento-dos-sinais-vitais-de-pacientes-62439/


Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.