Johnson Controls foca em análise de dados para ampliar oferta de serviços

Informações padronizadas serão comercializadas de forma mais acessível; outras novas soluções também poupam recursos dos clientes

Líder em tecnologia diversificada, a Johnson Controls ampliará a comercialização de dados apurados, tratados e estruturados para o mercado da América Latina. A iniciativa é da Central de Operações Remota da empresa, com capacidade para monitorar e controlar os mais diversos sistemas de Automação e CFTV (central multiplataformas), oferecendo uma série de serviços e soluções digitais. A central é responsável por captar e analisar as informações de diferentes sistemas de automação e segurança – como Chillers, BMS, CFTV e painéis de incêndio – para vendê-las de forma estruturada, ajudando na tomada de decisões estratégicas dos clientes, porém respeitando sempre as leis referentes à proteção de dados. Alinhadas a uma nova estratégia da companhia, as informações organizadas e padronizadas, tanto de um pacote de serviços básico quanto de um customizado, podem ser adquiridas de forma mais acessível, de acordo com as necessidades e nível de informações desejadas.

A área de Serviços da Johnson Controls, responsável também pela Central de Operações Remota da empresa, conta ainda com outras novas soluções que devem poupar recursos dos contratantes. O Smart Connected Chiller (SCC), por exemplo, avalia se os resfriadores de água estão operando de forma contínua ou se há algum alarme ou falha que possa comprometer o funcionamento dos equipamentos. Além de evitar custos altos relacionados à parada e manutenção corretiva, esse serviço permite o aumento da disponibilidade e da vida útil dos equipamentos. Ação semelhante desempenha o CPO (Otimização de Centrais de Água Gelada), que adapta dinamicamente a lógica de controle a intervalos de 15 minutos, reduzindo consideravelmente os custos com energia. Com ele é possível levar em conta as variáveis que mais influenciam no gasto e no consumo de uma central de ar-condicionado – como curva de performance dos equipamentos, tarifas diferenciadas em determinados horários, temperatura e umidade externa e quantidade de ocupantes do empreendimento – com o objetivo de otimizar as despesas de forma inteligente e praticamente ontime.

Outro serviço já disponível é o JEM (Johnson Controls Enterprise Management) que, a partir de uma interface com o BMS (Building Management System) do cliente, coleta, classifica, trata e disponibiliza dados a partir de serviços em nuvem como relatórios de rateios de energia, água e gás de um empreendimento de forma inteligente entre todos os locatários. Seu módulo de gestão de ativos ainda indica o nível de falha dos equipamentos, gerando dados e ordens de serviços para ações preditivas e preventivas. Diversos setores podem se beneficiar das soluções da central, como hotéis, shoppings, universidades, hospitais e prédios comerciais.

“A ampliação dos serviços digitais na América Latina e a padronização dos dados que passam a ser comercializados pela Central de Operações Remota melhora e amplia significativamente as soluções oferecidas para a região, além de trazer as melhores práticas dos outros países para os clientes no Brasil”, afirma João Paulo Oliveira, Diretor de Serviços da Johnson Controls no país.

“Existem ainda outros serviços e aplicativos em roadmap que devemos lançar nos próximos meses, como o Companion, que através de um simples aplicativo de celular, aumentará consideravelmente a experiência do cliente como usuário permitindo dentre outras coisas o controle individual de ar-condicionado e da iluminação, reserva de salas de reunião e suas utilidades integrados ao Outlook, além de auxiliar no apontamento de problemas de manutenção predial”, completa o executivo.
A Johnson Controls vem gradativamente criando de forma pioneira e inovadora serviços e aplicativos digitais que agregam cada vez mais valor aos negócios dos clientes, buscando influenciar na produtividade, satisfação, conforto e segurança de seus funcionários, além de reduzir custos operacionais (como energia) e de aluguel.

Origem: Terra

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Guia do CFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.