Ônibus de Curitiba aceitarão pagamento por aproximação e terão biometria facial

Ônibus de Curitiba aceitarão pagamento por aproximação e terão biometria facial

A cidade de Curitiba, capital do estado do Paraná, deu início ao processo de instalação de novos validadores de passagens nos ônibus e estações-tubo do munícipio. Com a mudança, será possível pagar pelos bilhetes de transporte público com cartão de crédito ou até mesmo usando o celular, através da tecnologia NFC.

O pagamento funcionará por aproximação, assim como acontece na maioria das maquininhas presentes em estabelecimentos físicos, não sendo necessário digitar a senha para completar a transação. Qualquer objeto ou dispositivo compatível com o NFC deve funcionar com o novo sistema, incluindo cartões de débito e crédito, relógios inteligentes e celulares. No caso dos smartphones, o pagamento pode ser feito através dos aplicativos Samsung Pay, Android Pay ou Apple Pay.

A mudança segue uma tendência vista em outras capitais brasileiras, como São Paulo, que implementaram soluções parecidas. Uma vantagem desse sistema é que ele facilita a implementação da integração temporal — quando o usuário desce de um ônibus e sobe em outro para continuar o trajeto sem pagar nada a mais por isso, desde que essa mudança seja feita em um intervalo de tempo definido pela administração local.

Biometria facial

Outra novidade é a implementação de biometria facial nos validadores para identificar passageiros com direito à gratuidade. Segundo a URBS, autarquia municipal responsável pelo sistema de transporte da cidade, a máquina vai tirar três fotos da pessoa que passar um cartão que dá direito à passagem gratuita. Essas imagens serão processadas e comparadas com as fotos disponíveis no sistema para confirmar se é realmente o dono do cartão que está tentando usar o benefício. Em Curitiba, a isenção vale para idosos e para pessoas com deficiência ou outras patologias crônicas.

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.