Tecnologia da Philips ajuda a checar sinais vitais à distância

A Philips anunciou um sistema de monitoramento capaz de checar os sinais vitais de uma pessoa de maneira remota. A tecnologia pode ajudar, principalmente, a detectar mudanças invisíveis a olho nu na cor da pele de bebês, além de conferir os batimentos cardíacos, oxigênio e respiração. 

A novidade, que está passando por uma série de testes, permite conferir todos os dados em uma única tela. De acordo com a fabricante, essa é primeira vez que se estuda o monitoramento à distância, sem sequer tocar no paciente. 

Os algoritmos do monitor em desenvolvimento são capazes de calcular de forma precisa o pulso do paciente, quantificando essas mudanças. Além disso, o projeto também é capaz de acompanhar a respiração a partir de mudanças súbitas nos movimentos do corpo.

“Soluções de monitoramento remotos vão oferecer aos médicos uma maneira de medir com precisão os sinais vitais de pacientes de uma forma não-invasiva e fornecer os dados necessários para saber quando intervir”, disse Carla Kriwet, CEO da Philips Patient Care. 

A Philips ainda está desenvolvendo a tecnologia e já obteve sucesso em 41 testes. A ideia é usar o projeto em hospitais e ajudar os médicos nos tratamentos mais delicados.

Confira no vídeo abaixo como o sistema funciona. 

origem: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2016/06/tecnologia-da-philips-ajuda-checar-sinais-vitais-distancia.html

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.