Câmeras de monitoramento ajudam polícia a prender foragido da Justiça, em Santarém

O trabalho de monitoramento através de câmeras levou à prisão de um foragido da Justiça condenado por tráfico de drogas. A prisão aconteceu neste domingo (15) no bairro Santíssimo, em Santarém, no oeste do Pará.

Rainério da Silva Galúcio, de 64 anos, recebeu voz de prisão durante diligência da Polícia MIlitar, após um familiar ser abordado dirigido o carro do foragido.

De acordo com o delegado Gustavo Ceccagno, as câmeras do Núcleo Integrado de Operações (Niop) detectaram a movimentação do veículo cuja placa está no nome de Rainério. A informação foi repassada para equipes da Polícia Militar.

A guarnição abordou o veículo próximo ao cruzamento da Avenida Álvaro Adolfo com Travessa Rosa Passos. No entanto, como o carro estava sendo conduzido por outra pessoa, diligências foram feitas para localizar o proprietário.

Rainério foi levado para a 16ª Seccional de Polícia Civil, onde foi constatado o mandado de prisão decorrente de decisão condenatório expedido pela Vara Única de Óbidos, que estava em aberto desde novembro de 2017. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para o presídio para cumprir a pena de oito anos de reclusão por tráfico de drogas.

origem: Câmeras de monitoramento ajudam polícia a prender foragido da Justiça, em Santarém | Santarém e Região | G1 (globo.com)

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.