Monitores Profissionais X TVs para CFTV(Ano de 2005)

Publicado por mpperes em 01-Jun-2005 22:10 (10541 leituras)

Monitores Profissionais X TVs Comerciais

Uma análise primária do custo x beneficio de uma TV em relação a um Monitor de CFTV, pode nos levar a uma conclusão enganosa a respeito do melhor equipamento a utilizar. Este artigo visa mostrar alguns pontos importantes a serem levados em conta na hora da definição do dispositivo de visualização. Vejamos estes pontos:

Monitores de CFTV
Monitores de CFTV

Monitores de CFTV

1. Resolução

O primeiro fato a ser analisado é a resolução da imagem. A resoluções em monitores de CFTV estão normalmente próximas de 450 linhas para os monitores coloridos e de 800 para os preto a branco.

Já os televisores têm em média 300 linhas, fornecendo uma grande diferença de qualidade de imagem em determinadas situações.

2. Durabilidade e Operação

Ao contrário dos televisores que são projetados e fabricados para uma utilização diária de aproximadamente 3 a 4 horas. Os monitores de CFTV são projetados para uma operação contínua de 24 horas por dia.

Outro ponto importante é o tipo de fósforo (tratamento) utilizado em monitores evita que uma imagem constante “queime” o fósforo (marque a tela) com uma imagem sem alterações exibida por muito tempo. Em televisores uma imagem constante pode marcar a tela em alguns meses de uso, o mesmo não acontecendo em monitores de CFTV.

3. Robustez e Proteção

Enquanto os televisores possuem um gabinete de plástico ou derivado, a maioria dos monitores (os de boa qualidade) possuem gabinete metálico (blindado), fornecendo uma maior resistência mecânica além de uma maior proteção quanto a interferências, eletromagnéticas, eletrostática e por RF.

Para monitores de CFTV esta isolação é muito importate, pois muitas vezes os mesmos são instalados em salas de controle onde são dispostos lado a lado, gerando um interferencia sobre o outro de forma a distorcer ambas as imagens. Com o gabinete metálico esta interferencia é praticamente eliminada enquanto que TVs ou monitores com gabinete plástico deverão ser afastados para minimizar os efeitos da indução mútua.

Outro ponto bastante importante é que praticamente todos os monitores possuem um terminal de aterramento elétrico, o qual fornece uma maior proteção ao equipamento quanto a descargas elétricas e interferências no usuário, e quanto ao risco de choque elétrico. Praticamente nenhum fabricante de televisores produz equipamentos com terminal de aterramento.

4. Saídas, Entradas e impedância

Os monitores fornecem ainda uma entrada de vídeo e uma saída, permitindo a ligação de monitores escravos, e/ou outros equipamentos.

Possuem também uma chave ou ajuste de impedância que deve ser colocada em 75 W quando o monitor for a terminação do sinal (último equipamento conectado ao cabo de vídeo). Ou para a posição Hi-Z (alta impedância) quando o sinal de vídeo conectado ao monitor tiver também de ser aplicado a outro equipamento (monitor escravo, ou sinal derivado).

Neste caso o circuito do monitor fornece uma amplificação para o sinal capaz de alimentá-lo a outros equipamentos sem perda do sinal.

5. Ajustes, Controles e Opções

Alguns controles, de ajustes encontrados nos monitores, nem sempre presentes nos TVS:

Brilho – Ajusta o brilho da imagem.

Contraste – Ajusta a diferença entre os pontos claros e escuros da imagem.

Sicronismo – Ajusta o sincronismo do imagem de vídeo em relação ao sinal aplicado a entrada do monitor.

Vertical Held – Fixa a imagem horizontalmente através do batimento da freqüência de varredura

Os monitores coloridos possuem ainda:

Ajuste de cor – Intensidade da cor.

Ajuste de saturação – Pigmentação das cores.

6. Outros fatores importantes

Os monitores devem ser dimensionados juntamente com os demais componentes do sistema de forma a operarem no mesmo sistema de cor. Ou seja deve ser definido se o monitor vai operar no sistema de cor NTSC ou PAL.

Para não haver o risco de perda do sincronismo da cor prefira sempre a utilização e compra de monitores com sistema NTSC por ser este de utilização mais ampla e comum em todo o mercado de CFTV. * (Normalmente) Existem outros sistemas porém com utilização mais restrita.

7. Mercado Nacional

No Brasil muitas segmentos do CFTV que levam em conta o preço, acabam caindo na utilização de TVs ao invés de monitores, até mesmo alguns importantes fabricantes nacionais, acabaram cedendo a tentação de fabricar monitores utilizando TVs convêncionais sem o circuitos de RF e Demodulação, o que a princípio parece um bom negócio, porém o preço pago pela economia na produção, é o da baixa qualidade e duração, pois tratando-se de Tubos de Imagem convencionais, a exposição de imagens praticamente estáticas finda por queimar o fósforo memorizando uma cena muito frequente a mostrada pelas câmeras, onde um movimento ou evento real pode ter dificuldades de ser visualizado dado a queima do fósforo do Tubo de imagem.

Os monitores produzidos são apenas coloridos, portanto se uma aplicação P&B for necessária o monitor colorido será utilizado, mas a perda de qualidade será bastante nítida. dada a limitação dos pontos de imagem aproveitados para indicar os tons de cinza da tela do tubo.

8. Conclusão

A utilização de TVs ao invés de monitores, ainda que não seja recomendada pode ser feita desde que o usuário final tenha plena consciência e seja avisado das possíveis conseqüências, se tornando uma alternativa de baixo custo.

Porém tenha sempre em mente que a vida útil mais curta, manutenção mais freqüente, menos resistência do equipamento podem fazer uma grande diferença em um prazo médio ou longo.

Sobre o Autor
Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Guia do CFTV

Avalie este artigo, mande seus comentários, dê suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro de revisão no texto?
Escreva para mim: mpperes@guiadocftv.com.br

Post Original:

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.