Bosch lança primeiras câmeras do mercado de CFTV com processamento de imagens de 20 bits

Novas câmeras Dinion e Flexidome possuem a inédita tecnologia 2X. Modelos oferecem alta qualidade de imagem em condições adversas de luminosidade.

A Bosch amplia seu portifólio de câmeras Dia/Noite analógicas com o lançamento dos modelos Dinion 2X e FlexiDome 2X, que oferecem o mais alto nível de imagem para aplicações de vídeo monitoramento, graças à inédita tecnologia de processamento de imagens de CFTV de 20 bits.

O inovador processador de sinal digital (DSP) das novas câmeras fornece o dobro da capacidade de processamento das câmeras convencionais. Essa tecnologia, combinada com o sensor CCD de amplo alcance dinâmico, proporciona um desempenho excelente em condições adversas de luminosidade, incluindo aplicações dia/noite. São tecnologias que garantem até 50% de melhoria na visualização de detalhes e qualidade de imagem 30% superior.

Um recurso de compensação de luz de fundo inteligente, denominado Smart BLC (sigla em inglês para Backlight Compensation) das novas câmeras garante melhoria na visualização de detalhes em objetos de interesse em locais com brilho excessivo ao fundo. O BLC analisa automaticamente as imagens e realça os detalhes. Já as situações de pouca luz são facilmente captadas pelo sensor CCD. A função de melhoramento de detalhes, totalmente automática, analisa as imagens pixel a pixel, o que, em condições de iluminação prejudicada, produz imagens que revelam detalhes não visíveis a olho nu.

Facilidades de uso e instalação

As novas câmeras FlexiDome 2X e Dinion 2X são fáceis de usar e possuem ferramentas que facilitam a instalação, a exemplo do gerador integrado de padrões de teste (TPG), que produz sinais para testar e detectar problemas nos cabos. Várias outras características, incluindo seis módulos programáveis pelo usuário, display multilíngue e detector de movimentos inteligentes garantem a fácil operação. Uma fonte de alimentação de alta eficiência melhora a temperatura de funcionamento e prolonga o tempo de vida útil das câmeras.

A nova Dinion 2X é indicada para aplicações como monitoramento de halls de entrada, com superfícies de vidro e espelho, perímetros externos, locais com pouca luz, monitoramento em rodovias, túneis, pátios de estacionamento ao ar livre e locais de acesso restrito como presídios, terminais de carga, instalações militares e controle de fronteiras, entre outros.

As aplicações da FlexiDome 2X abrangem monitoramento de halls de entrada com muitas superfícies de vidro, armazéns e cais de cargas e descargas, presídios, rodovias, áreas de aeroportos, incluindo manuseio de bagagens e armazéns de combustíveis e equipamentos, além de estádios.

Mais informações no site www.boschsecurity.com.br ou pelo (19) 2103-2860.

Foto para download disponível no link – http://www.bosch.com.br/Imprensa/BancoImagens/Thumbs.aspx?Titulo=64696E696F6E

O Grupo Bosch em resumo

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. Em 2008, seus cerca de 280 mil colaboradores contribuíram para gerar um faturamento de 45.1 bilhões de euros nos setores de tecnologia automotiva, tecnologia industrial, bens de consumo e tecnologia de construção. O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e suas mais de 300 subsidiárias e empresas regionais presentes em cerca de 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a Bosch está presente em aproximadamente 150 países. Esta rede mundial de desenvolvimento, produção e distribuição é a base para continuidade do crescimento. A cada ano a Bosch investe mais de 3.5 bilhões de euros, ou 8% de seu faturamento global, em pesquisa e desenvolvimento, e requer registro de mais de 3.000 patentes em todo o mundo. Com seus produtos e serviços a Bosch oferece soluções úteis e inovadoras para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

A empresa foi fundada em Stuttgart, em 1886, por Robert Bosch (1861-1942) como Oficina de Mecânica de Precisão e Eletrotécnica. A estrutura acionária diferenciada da Robert Bosch GmbH garante a autonomia empresarial do Grupo Bosch, o que torna possível o planejamento de longo prazo e a  realização de importantes investimentos de vanguarda para garantir a segurança da empresa no futuro. Noventa e dois por cento das cotas do capital da Robert Bosch GmbH pertencem à Robert Bosch Stiftung GmbH (Fundação Robert Bosch), uma instituição sem fins lucrativos. A Robert Bosch Industrietreuhand KG, uma investidora industrial, detém a maioria dos direitos de voto. Os negócios são conduzidos por esta investidora. As ações remanescentes são de propriedade da família Bosch e Robert Bosch GmbH. Para mais informações, visite o site: www.bosch.com.br.

 

Origem: Portal Segs

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.