Câmeras flagram ato bizarro dentro de tribunal nos EUA

Câmeras flagram homem se masturbando dentro de tribunal nos EUA. Vídeo mostra homem realizando o ato sexual sem a menor preocupação. Cenas foram gravadas por mais de uma hora. Frank Lahay acabou preso.

Um homem foi flagrado pelas câmeras de segurança se masturbando
dentro de um tribunal em St. Landry Parish, no estado da
Louisiana (EUA), segundo reportagem da emissora de TV "KLFY". 

 

Foto: Reprodução/KLFY

Frank Lahay foi flagrado se masturbando dentro de
um tribunal. (Foto: Reprodução/KLFY)

Segundo a polícia, o homem identificado como Frank Lahay entrou
no tribunal e aguardou no corredor, como fazem dezenas de
pessoas todos os dias. Mas o que chamou atenção foi o que
aconteceu depois.

O vídeo do serviço de vigilância do tribunal
mostra o homem de 28 anos realizando o ato sexual sem a menor
preocupação. Ele usou a camisa folgada para tentar disfarçar
quando as pessoas passavam pelo local.

As cenas foram gravadas por mais de uma hora, até
que um funcionário percebeu o que o homem estava fazendo. Ela
alertou seu supervisor, e Lahay foi preso.

 

Origem: http://g1.globo.com/

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.