Campo Grande deve implantar monitoramento em áreas estratégicas da cidade

Assunto será debatido pela prefeitura junto à população e pretende reforçar o sistema de segurança pública do município.
O sistema de segurança pública em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, deve ser reforçado a partir da medida preventiva sobre a instalação de câmeras de vigilância em regiões de grande movimento. O assunto será debatido na próxima quarta-feira (04/05) pela prefeitura da cidade junto à população. O objetivo é apontar de que forma o sistema será adotado no município. 

O responsável pelo projeto, vereador Marco Alex, lembra alguns casos de sucesso na investigação policial baseada em imagens obtidas pelas câmeras de segurança, como o do segurança assassinado em uma boate de Campo Grande e o de assassinatos cometidos no centro de São Paulo. O político entende que a participação ativa da sociedade é importante para a definição da proposta. "Acredito que a prefeitura também precisa fazer seu papel, seja na manutenção e na expansão da iluminação pública, na implantação de projetos de lazer e esportivos para a juventude e, se for o caso, no apoio às ações de prevenção e repressão, caso das câmeras de monitoramento da cidade”, definiu o vereador. 
 
 
 
 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.