Lei prevê obrigatoriedade de câmeras em postos de saúde de Campo Grande

Vigilância será feita por câmeras de vídeo, operação de sistema de alarmes e com a colaboração da comunicação entre a Guarda Civil Municipal com as demais agências de segurança que atuam no município.

O município de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, anunciou o Programa Mais Segurança na Saúde para atender a população. A medida, publicada no dia 04/08, no Diário Oficial do Município, foi promulgada pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Paulo Siufi.
De acordo com a prefeitura, a proposta consiste na implantação de um sistema de vigilância permanente nos postos de saúde 24 horas, Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e Centros Regionais de Saúde (CRS). Segundo a matéria, a vigilância será feita por câmeras de vídeo, operação de sistema de alarmes e com a colaboração da comunicação entre a Guarda Civil Municipal e as demais agências de segurança que atuam no município.
O Programa tem o objetivo de prevenir o crime e violências em geral, ampliar o zelo urbanístico, aperfeiçoar a fiscalização e implantação de projetos e programas para a população, entre outros. 
 

 

 
Origem: Revista IP
 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.