Negócio das câmeras de segurança cresce com vigor no Brasil

Desde 2001, o mercado de vigilância eletrônica, que inclui câmeras, alarmes e cercas elétricas, cresce em média 13% ao ano no Brasil.

Cresce vigorosamente o negócio das câmeras de vigilância e segurança,
que já se transformaram em ferramenta essencial para identificar e
prender criminosos.

Um homem rasteja para escapar do alarme, mas é flagrado pela câmera de
segurança. Ele se arrasta, entrega a TV roubada a uma mulher e sai pela
mesma fresta da porta. A imagem ajudou a polícia a prender os bandidos.

Quatro crianças furtam material escolar em uma papelaria. Tudo foi
registrado pelas câmeras. Quando são flagrados, os menores agridem os
funcionários, que recuperam os produtos.

Desde 2001, o mercado de vigilância eletrônica, que inclui câmeras,
alarmes e cercas elétricas, cresce em média 13% ao ano no Brasil,
segundo a Abese, Associação Brasileira das Empresas de Sistemas
Eletrônicos de Seguranca.

A maioria dos equipamentos (88%) está instalada no comércio, em bancos e
em empresas, como em um posto de gasolina, invadido por ladrões três
vezes só em uma madrugada.

Não são apenas as lojas e bancos que estão no alvo das lentes espiãs. É
difícil passar por um local onde você não esteja sendo vigiado. A
central de monitoramento de Curitiba tem 45 câmeras que ficam ligadas
dia e noite. É possível ver o que está acontecendo em cada quarteirão,
em cada esquina, do centro da cidade.

No ano passado, o número de flagrantes aumentou quase 60%, tudo com a
ajuda das câmeras, que fazem das ruas da cidade um “big brother” contra o
crime. “A imagem comprova a execução do crime, então a Justiça tem
utilizado com frequência imagens do nosso centro para que possam
processar os criminosos", diz Marlon Guerreiro, coordenador de
monitoramento de Curitiba.

 

Origem: Globo G1

 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.