Copacabana ganha câmeras para reforçar a segurança

Equipamentos vão ajudar no patrulhamento durante a visita do Papa. Doze câmeras monitoram as ruas do bairro da Zona Sul.

O bairro de Copacabana, na Zona Sul do Rio, ganhou câmeras de vigilância em pontos estratégicos do bairro para ajudar no patrulhamento da cidade. Desde o início da semana, 50 policiais são acompanhados pelas câmeras. Os agentes são monitorados através de 12 equipamentos instalados pela secretaria de Segurança Pública nas principais vias do bairro. Na sala onde é feito o monitoramento, a equipe também sabe a localização exata de todos os carros da polícia em tempo real, com a ajuda de um aparelho GPS. Em caso de furtos ou assaltos, 50 PMs que vão atuar na região vão poder ser deslocados com mais rapidez. Os policiais de plantão também saberão se as viaturas estão envolvidas em alguma ocorrência. Para o comando do batalhão, o novo sistema será importante, principalmente, durante a visita do papa Francisco. Ele visitará o bairro em julho durante a Jornada Mundial da Juventude. “Existe uma previsão, inicialmente, de deslocamento na Avenida Atlântica de papamóvel. Nós temos aqui câmeras monitorando praticamente toda a Avenida Atlântica. Vamos acompanhar o deslocamento do papa Francisco pelas câmeras.

origem: http://www.abese.org.br/clipping15-04-2013/#f3

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.