Polícia do RJ reconhece monitoramento da GM

Centro de Controle da GM foi visitado pelo 11º Batalhão de Polícia Militar para troca de conhecimentos na área do monitoramento.

O sistema de monitoramento realizado pela Secretaria de Cidadania e Segurança Pública de Ponta Grossa, através da Guarda Municipal, está servindo de referência para diversas forças de segurança. Após receber equipes de várias cidades do Paraná, desta vez o monitoramento ponta-grossense despertou a curiosidade do 11º Batalhão de Polícia Militar do Rio de Janeiro, localizado no município de Nova Friburgo. A GM foi visitada pelo subcomandante do 11º BPM, tenente-coronel Francisco Mieles Neves Novaes.

A curiosidade passa pelos tipos de câmera, marcas e características técnicas, chegando até a logística de trabalho e a integração entre GM, Polícia Militar e usos das imagens captadas durante as 24 horas de todos os dias. Os desafios na transmissão e estabilização das imagens, bem como a prática da observação remota também são do interesse da PM do Rio. “O uso da tecnologia permite uma melhor prestação de serviço para o cidadão. As imagens respaldam e trazem informações para uma melhor abordagem. O trabalho em Ponta Grossa é muito bom e esperamos aprimorar o no

sso sistema”, acredita.

Para o diretor de Tecnologia da Secretaria de Cidadania e Segurança Pública, Carlos Henrique Salomon Pinto, a troca de conhecimentos e experiências é uma prática entre as forças de segurança. “Os desafios deles podem ser os mesmos que os nossos e as soluções podem ser compartilhadas. Recebemos pessoas de várias cidades interessadas em nosso sistema, o que indica que estamos no caminho certo”, assinala o diretor.

Manutenção própria reduz custos

Outro destaque do tenente-coronel da PM carioca vai para a equipe própria de manutenção da Guarda Municipal em Ponta Grossa. “Com uma equipe própria de manutenção e gerenciamento dos equipamentos, permite-se a economia de recursos, mais agilidade e comprometimento das equipes no trabalho do dia a dia. A equipe entende melhor a necessidade do funcionamento do sistema quando é de funcionários do município, mais do que uma equipe terceirizada”, acredita Novaes.

Em Ponta Grossa, segundo Carlos Henrique Pinto, a manutenção própria do sistema com 36 câmeras reduziu em 50% os custos deste trabalho dentro do monitoramento da Guarda Municipal, comparado com a terceirização. “Encontramos talentos dentro da própria Prefeitura e nossos profissionais estão em constante evolução. Os funcionários entendem nossas necessidades e demonstram grande qualidade nesta área tão importante para a segurança da nossa cidade”, observa.

origem: http://www.arede.info/PONTA-GROSSA/106596/POLICIA-DO-RJ-RECONHECE-MONITORAMENTO-DA-GM

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.