Redes de varejo removem tecnologia de vigilância chinesa das prateleiras

Três grandes redes de varejo anunciaram que deixariam de vender hardware de vigilância de vídeo de empresas ligadas a abuso dos direitos humanos.

Home Depot, Lowe’s e Best Buy anunciaram que removeram toda a tecnologia de vigilância feita pelas empresas chinesas Lorex e Ezviz devido a suas conexões.

Em uma declaração ao TechCrunch , a Home Depot disse que está “comprometida em manter os mais altos padrões de fornecimento ético e nós imediatamente paramos de vender produtos da Lorex quando isso foi trazido ao nosso conhecimento”. A empresa também disse que parou de vender produtos Ezviz. Um porta-voz da Best Buy afirmou que a empresa está “interrompendo seu relacionamento” com Lorex e Ezviz.

Tanto a Lorex quanto a Ezviz são fornecedores de sistemas de segurança doméstica, incluindo câmeras e acessórios domésticos inteligentes. Ambas também pertencem a empresas chinesas: a Lorex é uma subsidiária da Dahua Technology e a Ezviz é uma marca de câmeras de vigilância de vídeo de propriedade da Hikvision.

Hikvision e Dahua foram adicionados à lista negra econômica do governo dos Estados Unidos em 2019, depois que os vigilantes dos direitos humanos descobriram que as empresas estavam ligadas à prisão e perseguição de muçulmanos uigures na China em Xinjiang. Tanto Hikvision quanto Dahua fornecem equipamentos de vigilância usados ​​para espionar a população uigur.

Os Estados Unidos advertiram contra fazer negócios na China, observando que o genocídio do Partido Comunista Chinês contra os uigures e sua dependência do trabalho forçado uigur é generalizado . Hikvision também tem afiliações com o PCC.

Em 2019, o senador Tom Cotton chamou Hikvision e Dahua de “fantoches do Partido Comunista Chinês” e instou o governo dos EUA a negar às empresas o acesso ao mercado ocidental.

A Câmara dos EUA aprovou um projeto de lei em 21 de outubro para garantir que a FCC “não aprove dispositivos de radiofrequência que representem um risco para a segurança nacional”.

O Walmart e a Costco continuam a estocar produtos Lorex e Ezviz, apesar das preocupações com os abusos dos direitos humanos.

Lowe’s, Home Depot, Best Buy, Lorex e Ezviz não responderam imediatamente aos pedidos de comentário do Washington Examiner.

 

João Marcelo de Assis Peres

joao.marcelo@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.