Check-up #10: como funcionam as doses de reforço da vacina contra covid-19?

Na terça-feira (16), o Ministério da Saúde anunciou a liberação das doses de reforço da vacina contra a covid-19, doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, para todas as pessoas com mais de 18 anos no Brasil.

A dose adicional pode ser recebida em cinco meses após o término do primeiro ciclo vacinal (com a segunda dose de algum imunizante). Até então, somente alguns grupos recebiam o reforço: pessoas mais velhas, pessoas com sistema imune comprometido e profissionais da saúde. O intervalo de cinco meses passa a valer para todos os grupos.

Segundo o ministério, a nova orientação está baseada em pesquisas científicas que apontam uma queda na resposta imune a partir do quinto mês após a segunda dose. O fenômeno era esperado por cientistas, e acontece com outros tipos de vacina também.

Com a dose adicional, mostram estudos, a proteção contra a doença cresce — ficando maior do que a proteção obtida pelas duas doses iniciais.

Alguns estados, como é o caso de São Paulo, já iniciaram a aplicação do reforço.

A dose adicional é vista com animação por alguns especialistas, pois pode aumentar a proteção e evitar uma nova onda de covid-19 no país se for distribuída a tempo. Outros infectologistas, porém, afirmam que os esforços do governo deveriam estar concentrados em ampliar o número de brasileiros completamente vacinados antes de expandir as doses de reforço.

Países da Europa, que vivem um alta nos casos da doença, já apostam no reforço para combater uma nova onda de covid. Os Estados Unidos estenderam o reforço para toda a população adulta na sexta-feira (19).

O Ministério da Saúde também deve publicar orientações sobre o reforço para quem tomou a vacina da Janssen (dose única) nos próximos dias.

Até quando vamos precisar das máscaras? 

Ainda vai levar um tempo até que a população possa ficar segura para frequentar todos os lugares sem máscaras. Medida simples e não invasiva de prevenção, o uso de máscara contra infecções respiratórias tem respaldo em diversos estudos científicos conduzidos ao longo de pelo menos um século. Nesta semana, nosso colunista Bernardo Almeida, médico infectologista e chief medical officer da health tech Hilab, explicou melhor o uso dessa proteção e porque ainda precisamos dela.

origem: Check-up #10: como funcionam as doses de reforço da vacina contra covid-19? – TecMundo

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.