Cibercriminosos aproveitam a popularidade da série Round 6, para disseminar tentativas de golpes online

A Avast (LSE: AVST), líder global em privacidade e segurança digital, alerta que os cibercriminosos estão aproveitando a popularidade da série Round 6 (Squid Game), para disseminar tentativas de golpes no universo online.

“Os cibercriminosos amam as tendências tanto quanto o resto de nós, mas eles as apreciam pelo gancho que proporcionam, no sentido de atrair as pessoas. Com a popularidade de Round 6 não é surpreendente que já tenham surgido golpes abusando do nome e dos temas da série”, diz Vojtech Bocek, Engenheiro Sênior de Segurança para Dispositivos Móveis da Avast.

Vojtech Bocek explica ter observado aplicativos em dispositivos móveis aproveitando a popularidade da série. “Os desenvolvedores usam o nome e o tema da série para criar aplicativos maliciosos. Por exemplo, um aplicativo de papel de parede de Round 6, que incluía adware e registrava as pessoas para um SMS premium na Google Play Store, mas felizmente o app foi rapidamente retirado. Também vimos um aplicativo para Android com o tema Round 6, usado para espalhar SpyMax, uma ferramenta de acesso remoto projetada para espionar as vítimas”, comenta.

Recentemente, a Polícia Nacional Espanhola também alertou as pessoas sobre cartões físicos em circulação, que se pareciam com cartões da série, incluindo um código QR. Os policiais alertaram que o código QR, incluído nesses cartões, poderia levar a sites maliciosos.

Dentre outras maneiras pelas quais os cibercriminosos podem abusar da tendência de popularidade da série é estar alegando oferecer streams online gratuitos, que podem conter malware ou anúncios maliciosos, ou ainda anúncios de games online falsos baseados nos jogos da série.

Vojtech Bocek compartilha conselhos sobre como os usuários podem ser proteger contra as ações dos cibercriminosos:

  • Usar um antivírus. Os usuários podem se proteger, em primeiro lugar, usando um software antivírus em todos os dispositivos, incluindo dispositivos móveis.

  • Baixar apps de lojas oficiais. Ao baixar aplicativos, os usuários devem aderir à Google Play Store ou à Apple App Store, o que pode ajudá-los a evitar malware.

  • Ler com atenção as avaliações do app, antes de baixá-lo. Como precaução adicional, recomenda-se que os usuários leiam cuidadosamente as análises e avaliações, antes de baixarem quaisquer aplicativos, para ver se as análises revelam possíveis sinais de alerta.

  • Não ler códigos QR de cartões encontrados em locais públicos. É desaconselhada a leitura de códigos QR em cartões encontrados em locais públicos, assim como não conectar dispositivos USB em computadores encontrados em locais públicos, pois ambos podem levar à instalação de malware.

  • Assistir séries apenas em plataformas oficiais de streaming. Por último, mas não menos importante, para qualquer pessoa que ainda não assistiu à série, recomenda-se que assista apenas no Netflix e não em qualquer outro site de streaming, já que esses streams não oficiais normalmente veiculam adware e outros malwares.

origem: Avast Blog

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.