Startup desenvolve algoritmo baseado em IA capaz de detectar possíveis casos de burnout

inteligência artificial (IA) tem sido uma grande aliada das companhias, principalmente com os regimes remotos e híbridos em virtude da pandemia de coronavírus. Ciente disso, a startup brasileira Fhinck decidiu apostar em um produto para auxiliar a transformação digital das empresas: um algoritmo capaz de analisar dados de eficiência operacional de pessoas, processos e plataforma, além de identificar possíveis casos de burnout.

Em um cenário pré-pandêmico, tais métricas seriam consideradas interessantes para analisar os processos e ajustar o que era necessário. No entanto, a remodelação das rotinas de trabalho reposicionaram essas soluções como algo “elementar” para as companhias. Basta imaginar como ficou difícil examinar processos operacionais e o bem-estar dos funcionários por meio de um sistema remoto.

O cenário foi mais que propício para que a Fhinck, fundada em 2014, desenvolvesse um algoritmo baseado em IA para gerar dados relacionados às horas de trabalho dos funcionários (People Analytics), processos de trabalho (Process Analytics) e os conjuntos de sistemas e ferramentas utilizados pelas empresas (Plataform Analytics).

Quando combinados, esses dados gerados pelo sistema da Fhinck proporcionam um melhor entendimento dos processos operacionais e das interações com os colaboradores. Desta forma, mapear todos os procedimentos de determinada companhia é feito de forma escalável e com muito mais precisão.

“A solução da Fhinck é baseada na ciência de dados e, portanto, fornece uma visão mais assertiva do que está acontecendo na empresa. Às vezes, revela algo que nem mesmo os líderes notaram. Esta é a direção que o mundo está tomando, precisamos usar dados, inteligência, estatísticas e combinar todo esse conjunto de informações com análise. É ciência das pessoas”, afirmou Paulo Castello, fundador e CEO da Fhinck.

Como funciona

Segundo Castello, a solução da Fhinck baseia-se em um software que, ao ser instalado em computadores, passa a identificar oportunidades para aumentar a eficiência operacional — como quantas etapas são necessárias para determinado processo, quais atividades podem ser eliminadas, quais as oportunidades para automatização ou robotização, entre outras.

origem: https://olhardigital.com.br/2021/07/05/pro/startup-desenvolve-algoritmo-para-prever-casos-de-burnout/Link Origem

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.