Siemens apresenta portfólio de automação de prédio corporativo com IOT

A plataforma auxilia no gerenciamento de consumo de energia, otimiza o realocamento de equipamentos e permite identificação de funcionários, o que servirá para manter medidas sanitárias contra o coronavírus

A Siemens apresentou ontem, 27, sua nova plataforma de automação predial ao mercado brasileiro para tornar os prédios inteligentes. O primeiro prédio do país a ter o sistema baseado em IoT é a unidade da companhia em Jundiaí (SP). A construção passa a ser um showroom com todas as soluções do portfólio instaladas.

Dentre as funções da plataforma, estão: automatizar os sistemas de energia e ar-condicionado; otimizar os trabalhos relacionando a localização de equipamentos e o mapeamento do fluxo de pessoas dentro do escritório ou fábrica; e adotar medidas de distanciamento social a partir da identificação das atividades dos colaboradores.

Com o uso de sensores, o novo sistema ajuda a gerenciar o consumo de energia e o funcionamento do ar-condicionado. O sistema consegue identificar, por exemplo, os ambientes onde têm funcionários para direcionar as luzes apenas para esse local, além de gerenciar a potência do ar-condicionado conforme o número de funcionários.

A iluminação é desligada de forma automática em ambientes vazios, como após o término de uma reunião. Em locais que passaram a usar o sistema e trocaram lâmpadas fluorescentes por LED, o consumo de energia caiu em até 90%. A unidade de Jundiaí da Siemens teve uma economia de 290 mil kW entre os meses de janeiro e maio deste ano no sistema de iluminação.

A partir de identificação nos crachás dos funcionários, o sistema consegue mapear a movimentação das pessoas ao longo do dia para sugerir iniciativas visando otimizar os trabalhos. Dessa forma, é possível remanejar a localização de equipamentos e readequar a estrutura de um escritório ou fábrica de acordo com o mapa de calor dos ambientes.

A solução pode mapear as pessoas que tiveram contato com algum funcionário infectado por Covid-19. Esse sistema também gera alertas caso dois funcionários fiquem a uma distância de menos de 1,5 metro por mais de 15 minutos. A identificação de funcionários ocorre por meio de códigos, e, segundo a Siemens, está em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A identificação também serve para visitantes, que terão monitoramento a partir de seus crachás. Isso poderá ajudar a empresa a restringir o acesso dos visitantes apenas a locais permitidos. (Com assessoria de imprensa)

origem: Siemens apresenta portfólio de automação de prédio corporativo com IoT – TeleSíntese (telesintese.com.br)

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.