Saiba como o seu próximo roteador vai melhorar o Wi-Fi da sua casa

Mais do que apresentar novas tendências, a CES foi o momento em que a tecnologia consolida tendências. TVs flexíveis e com resoluções astronômicas, celulares dobráveis, inteligência artificial, carros autônomos; são todas coisas que estão se tornando realidade, mas ainda parecem distantes, especialmente com as dificuldades que temos no Brasil. O que pouca gente se atenta é que existem tecnologias muito mais próximas das nossas vidas que estão sendo significantemente melhoradas, como o Wi-Fi.

Wi-Fi 6

A partir de 2019, os padrões do Wi-Fi ganharam um nome mais amigável, então o padrão 802.11ax foi rebatizado para Wi-Fi 6. Por trás da mudança do salto da versão 5 para a 6 existe uma transição tecnológica bastante importante. Primeiro, as velocidades estão consideravelmente maiores: a expectativa é que quando apenas um dispositivo estiver conectado às redes, a velocidade teórica de transferência de dados do Wi-Fi 6 é 40% maior do que era com o protocolo 5.

Mais do que isso, o novo protocolo se baseia na premissa de que cada vez mais dispositivos se conectarão a um único roteador, com a ideia de que pessoas terão PCs, celulares, tablets, consoles, TVs e outros aparelhos conectados. Por isso, o Wi-Fi 6 foi pensado para gerenciar melhor múltiplas conexões, criando menos gargalos, tornando seu uso mais eficiente em lugares públicos, em escritórios ou em casas onde há muitos dispositivos conectados. Para finalizar, o Wi-Fi 6 também foi pensado para economizar energia, então quando seu celular equipado com a tecnologia se conectar a um roteador compatível, o consumo de bateria decorrente do uso de internet será reduzido.

A Asus se antecipou um pouco à CES revelando o primeiro roteador tri-band (operando com até três redes) com Wi-Fi 6 ainda em dezembro: o ROG Rapture GT-AX11000 alcança velocidades de até 11 Gbps, sendo um canal de 2,4 GHz e dois de 5 GHz.

A TP-Link também aproveitou a CES para anunciar a sua primeira família de roteadores Wi-Fi 6, com destaque para o modelo Archer AX11000, que assim como o modelo da Asus é voltado para o público gamer com velocidades teóricas de 11 Gbps divididas em três bandas, sendo uma de 2,4 GHz e duas de 5 GHz.

5G

A D-Link promete que o DWR-2010 suporta velocidades de download 40 vezes maiores do que a média dos EUA, que é de 70 Mbps. Na prática, ele é um roteador 802.11ac (ou Wi-Fi 5) que suporta velocidades de até 2,6 Gbps divididos em dois canais: um de 2,4 GHz com velocidades de até 800 Mbps, e outro de 5 GHz com até 1.732 Mbps.

Origem: Olhar Digital

Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.