Genetec divulga sistema de reconhecimento de placas móveis

O novo AutoVu SharpZ3 está entre os primeiros sistemas ALPR para veículos no mundo a usar a tecnologia de deep learning e visão computacional da Intel

A Genetec divulgou seu sistema móvel ALPR (reconhecimento automático de placas) de próxima geração. Alimentado pela unidade de processamento Vision, modelo Intel Movidius Myriad X VPU, o novo Genetec AutoVu SharpZ3 está entre os primeiros sistemas ALPR para veículos especializados no mundo a usar a mais recente tecnologia de deep learning e visão computacional da Intel, que permitirão níveis avançados em análises de dados e avaliação da situação.

“Com o AutoVu SharpZ3, a tecnologia ALPR baseada em veículo está prestes a entrar em uma nova fase, possibilitada pela VPU de alto desempenho, baixo consumo de energia e deep learning da Intel. Ao trazer este processamento para o próprio dispositivo, não estamos mais limitados às restrições das técnicas tradicionais de visão computacional ou pós-processamento do servidor. O novo sistema AutoVu SharpZ3 permitirá que as cidades e as organizações vão muito além do simples reconhecimento de caracteres de placas”, afirma Stephan Kaiser, gerente geral da Genetec.

O sistema AutoVu SharpZ3 não apenas poderá melhorar a precisão das leituras de placas em ambientes difíceis (como mau tempo, tráfego intenso e velocidades rápidas), mas também reconhecer instantaneamente análises adicionais, como tipo de veículo e cor.

“A Inteligência Artificial está conduzindo uma poderosa transformação digital nas cidades ao redor do mundo – permitindo que elas sejam mais eficientes, habitáveis e seguras para seus cidadãos. Ao levar dispositivos e soluções com inteligência artificial ao limite, empresas com visão de futuro como a Genetec estão cumprindo a verdadeira promessa da IoT em cidades inteligentes”, explica Jonathan Ballon, vice-presidente e gerente geral da Intel, Internet of Things Group.

O sistema AutoVu SharpZ3 também possui três sensores ópticos na câmera para fornecer análises adicionais, como o posicionamento preciso dos objetos detectados, e um chassi modular para permitir que os usuários adicionem facilmente novas funcionalidades no campo sem a complicação e os custos de substituição de hardware.

Origem: Revista Digital Security

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Guia do CFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.