Retrospectiva Abese 2019

Destaque do Congresso Abese 2019 e Ações realizadas durante o ano

O tradicional Congresso da Segurança Eletrônica ABESE apresentou rico panorama sobre o futuro do setor em termos de inovação e transformações tecnológicas proporcionadas pela internet das coisas e inteligência artificial, além de desafios como a regulamentação da Segurança Eletrônica, oportunidades de capacitação, e o estreitamento junto ao Poder Público para elevação dos níveis de segurança no País.

Em evento realizado no início de dezembro, no Centro de Convenções Rebouças em São Paulo, e que recebeu mais de 850 pessoas, a ABESE tratou de temas relevantes para o ecossistema da Segurança Eletrônica, desde Integração com o Poder Público, Regulamentação, Empreendedorismo, à Políticas de Inovação, Educação e Tendências Econômicas, com a análise da Denise Campos de Toledo que fechou o evento.

Fiel à hashtag “Juntos Somos Mais” a ABESE alcançou a façanha de reunir no Congresso ABESE 2019 importantes representantes do Poder Público de todas as esferas – Federal, Estadual e Municipal -, e de respeitáveis organizações da iniciativa privada, que em comum enxergam a importância da Segurança Eletrônica para o desenvolvimento da segurança em seu sentido mais amplo.

Autoridades, empresários, docentes, pesquisadores, síndicos e gestores de segurança dedicaram parte de seu valioso tempo para enriquecer os painéis programados pela ABESE, e ao lado da associação, compartilhar status de trabalhos de impacto em desenvolvimento ao longo do ano. Diferentes canais da mídia também marcaram presença para cobrir o evento.

Após saboroso café de boas vindas os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar ao vivo a banda musical da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo que dentre outras canções executou com maestria o hino nacional brasileiro. Logo em seguida a ABESE rodou vídeo de retrospectiva 2019, destacando as principais ações realizadas no ano.

A cada ano a ABESE mostra porque é a principal engajadora do mercado de Segurança Eletrônica no país. Somente em 2019 foram mais de 20 eventos pelo Brasil, todos com o propósito de disseminar conhecimentos e tecnologias em prol do mercado e do consumidor final.

As reuniões dos diversos Comitês constituídos, RASTREAMENTO, PORTARIA REMOTA, CONTROLE DE ACESSO, STARTUPS, COMPLIANCE, INTERNET DAS COISAS, CONSUMIDOR, foram outros exemplos das iniciativas da ABESE com o fim de informar, de gerar ricos conteúdos como Guias de Boas Práticas, e-Books, mas, principalmente, de ouvir o mercado e assim garantir aderência da representatividade que a ABESE exerce.

O refinamento do Selo de Qualidade, a participação da ABESE no Ministério da Tecnologia para desenvolver ao lado do Fórum Brasileiro de Internet das Coisas o Plano Nacional de Internet das Coisas pelo Brasil, a assinatura do Convênio Detecta junto a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a Academia ABESE, Plataforma de educação à distância (EAD), e a participação da ABESE em audiências públicas pela defesa da livre iniciativa foram retratadas na retrospectiva.

O filme da associação destacou, ainda, a EXPOSEC, a maior feira de segurança tecnológica da América Latina, não para menos. Além de se superar mais uma vez em número de expositores, marcas, visitantes e negócios, a EXPOSEC se destacou em inovações, dentre elas a “Arena ABESE Conecte-se”, em que foram expostas parcerias e soluções de Internet das Coisas (IoT), Ilha de Startups, Programa ABESE São Paulo Inteligente, e ABESE Talks para tratar de temas atuais e de impacto como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Todas essas ações aconteceram ao longo do ano e foram bem retratadas no discurso da Presidente da ABESE, Selma Migliori, durante a abertura oficial do Congresso ABESE 2019. Além de compartilhar produtiva agenda Selma Migliori tratou sobre a integração de políticas de segurança e ressaltou os andamentos do Projeto de Lei do Estatuto da Segurança Privada que reconhece a Segurança Eletrônica como o mais novo pilar da Segurança Privada no Brasil.

“A Segurança Eletrônica se apresenta como mais uma alternativa para os tomadores de serviços, sejam eles da iniciativa privada ou pública, e a integração se traduz na soma de esforços, na junção de diferentes recursos de segurança, respeitada a autonomia dos mercados e a flexibilização nas formas de contratação dos diferentes tipos de serviços. O texto do Estatuto da Segurança Privada reafirma isso, e apresenta as características de cada pilar da Segurança Privada”, conclui Selma.

origem: ABESE

 


Sirlei Madruga de Oliveira

 

Editora do Guia do CFTV

 

 

 

 

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.