Crescimento do mercado de segurança eletrônica anima empresas de tecnologia de Santa Catarina

Aumento da necessidade de segurança e crescimento do PIB no Brasil são fatores que impulsionam o segmento.

O mercado de segurança eletrônica no Brasil cresceu 12% em 2010, movimentando cerca de R$ 2 bilhões, segundo dados da Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança). Em Santa Catarina, apesar de não existir números consolidados, o crescimento é notório. Empresas do segmento são criadas constantemente e as que já estão consolidadas crescem exponencialmente.


Segundo Luiz Henrique Bonatti, coordenador da vertical de segurança da ACATE (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia), as empresas catarinenses do setor estão aptas a atender o mercado nacional e internacional, com tecnologias que se igualam ou até superam o que há de mais avançado no segmento. “A vertical surgiu com o intuito de buscar uma maior sinergia entre as empresas, a associação e o próprio mercado de clientes de soluções tecnológicas de ponta”, destaca Bonatti. Hoje, com menos de dois anos de atuação, já são 14 empresas associadas, com várias ações realizadas em conjunto.

De acordo com especialistas, esse mercado ganhou impulso pela expansão do PIB (Produto Interno Bruto) e também pela difusão de novas tecnologias, cada vez mais acessíveis e com mais recursos para quem quer se precaver contra a criminalidade. “A segurança patrimonial é, infelizmente, cada vez mais necessária. Não somente grandes empresas necessitam de tecnologia para salvaguardar pessoas e bens, mas também pequenas empresas e residências estão cada vez mais aderindo à tecnologia para proteção”, garante Bonatti.

Security Show
Anualmente, as empresas Segware e Seventh, integrantes da vertical, promovem o Security Show, evento que já tem destaque no cenário nacional no segmento de segurança eletrônica. O objetivo do evento é apresentar os mais avançados sistemas e produtos para segurança e automação de todo o país. Nos dias 11 e 12 de novembro deste ano, acontece a quarta edição do evento, no Costão do Santinho. No ano passado, o evento reuniu 150 empresas de 18 estados brasileiros. Neste ano, a expectativa é de reunir mais de 200 empresas, além de representantes da área pública de segurança.

Sobre a vertical de Segurança

A vertical de Segurança da ACATE foi criada em 2009 com o intuito de aproximar empresas, a associação e o mercado.Hoje, são 13 empresas associadas: Ahgora, Automatiza, CS Eletrônica, CSP Controle e Automação, Dígitro, Intelbrás, Seventh, Pulso, Traceback, Segware, Spherical, Virtos e Bry. A ACATE conta, ainda, com as verticais de Governo, Telecom, Energia, Saúde, Educação, Agronegócios, Têxtil e Games.

 

Origem:

 

 

Engº Marcelo Peres

mpperes@guiadocftv.com.br

Editor do Guia do CFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.