Sistema de confinamento para data center: entenda para que serve e qual é o melhor para sua rede corporativa

Escutar o áudio deste artigo

Com objetivo de separar o ar quente expelido pelos equipamentos, dar frio fornecido pelos equipamentos de climatização de precisão, a adoção da prática de confinar o ar no ambiente do data center, aumenta a eficiência energética, através da redução do chamado PUE.

Uma das perguntas mais frequentes feitas pelas grandes corporações, em se tratando de redes corporativas, é: como garantir a alta performance dos data centers, sem elevar o consumo de energia? De acordo com o Supervisor de Vendas Corporativas da Fibracem, indústria brasileira especializada no setor de comunicação óptica, Adriano Rodrigues Fraga, atualmente, uma das alternativas que vem ganhando cada vez mais espaço são os chamados sistemas de confinamento.

Segundo ele, esse método [confinamento de data center] é utilizado para separar de forma eficaz o ar quente expelido pelos equipamentos, do ar frio fornecido pela climatização de precisão, o que ajuda a potencializar a eficiência energética, através da redução do chamado PUE (Power Usage Effectiveness) – um importante indicador para medir a eficácia energética dos data centers.

Ele lembra também, que um data center típico consome em média de 5 a 7 kW por rack, mas que existem alguns equipamentos ou regiões com cargas térmicas ainda mais altas, chamadas de hotspots, exigindo uma climatização superdimensionada para o data center, o que contribui para o aumento de gastos com energia.

Confinamento: Corredor Frio X Corredor Quente

Adriano ressalta, que hoje existem dois principais tipos de confinamento para data centers: um específico para frio e um outro próprio para ar quente e que, embora ambas as soluções tenham o mesmo objetivo de evitar a mistura de ar quente e frio, elas podem proporcionar diversos retornos positivos, porém diferentes à empresa.

“A escolha por confinar o ar quente, no lugar do ar frio por exemplo, pode resultar em uma economia de até 30% no custo anual do sistema de climatização, melhorando significativamente o medidor de capacidade de eficiência energética [PUE], porém com um custo de implementação um pouco maior. Já na opção por confinar o ar frio, temos uma opção de mais fácil implantação e com um custo menor. A melhor escolha será determinada por uma série de fatores e condições favoráveis para a adoção de uma ou de outra e ainda, uma solução mista, não pode ser descartada, comenta.

Personalização e Liberdade de escolha

Ainda de acordo com Adriano, a solução de confinamento de ar para data centers é totalmente customizável, disponibilizando uma estrutura modular e escalável, o que permite também atender diversos cenários. No entanto, como cada projeto possui a sua especificidade, cada demanda requer uma análise minuciosa, a fim de melhorar o desempenho proposto para o data center.

“Hoje temos uma equipe de engenheiros e especialistas focados neste mercado em específico, estudando e trabalhando para antecipar novidades para confinamento de ar para data center, além de, claro, buscar possibilidades para um atendimento de negócio cada vez mais personalizado, inclusive no estilo Turn Key”, salienta o especialista da Fibracem.

A importância de uma mão de obra especializada

O especialista reforça também, que é extremamente fundamental e importante contar com uma mão de obra qualificada e especializada, para realizar o levantamento das necessidades de integração com os demais subsistemas, para que seja desenvolvida a solução mais otimizada e com todas as atividades relativas à implantação alinhadas.

“Assim conseguimos examinar de maneira precisa todos os sistemas que estarão envolvidos, como controle de acesso, CFTV, energia, climatização, piso elevado, iluminação, dentre outros, para que a finalidade do data center seja cumprida da melhor maneira possível”, finaliza.

origem: Home – Fibracem

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.