Câmeras reduzem ocorrências policiais em 62,2% em um ano

O número de ocorrências policiais registradas em áreas monitoradas por câmeras
de vídeo instaladas no centro Curitiba diminuiu em 62,2% na comparação entre os
meses de abril de 2008 e abril de 2009. De acordo com informações da assessoria
de imprensa da Prefeitura de Curitiba, as 42 câmeras instaladas em ruas centrais
e no setor histórico da cidade registraram 98 ocorrências em abril de 2008.

Em abril deste ano, as ocorrências baixaram para 37. As câmeras são
monitoradas pelo Centro Integrado de Monitoramento Eletrônico de Curitiba
(Cimec), na praça Osório, entregue pelo prefeito Beto Richa reformado e
modernizado, em 29 de março de 2008.

"A região central ficou mais segura
com a redução do índice de criminalidade nas áreas monitoradas. Isso dá mais
segurança para a comunidade, para comerciantes e pessoas que circulam na região
central", afirma o secretário da Defesa Social, Itamar dos Santos. "Diminuíram
aqueles crimes que mais incomodam a população, como assaltos, pequenos furtos,
agressões e o uso de drogas."

A análise do número de ocorrências
atendidas pela Guarda Municipal ou pela Polícia Militar, a partir das imagens
captadas pelas câmeras, mostra que há uma redução sistemática da criminalidade,
em geral nas áreas vigiadas. Comparando-se os meses de maio, foram 52
atendimentos no ano passado contra 40 em 2009.

Drogas — O uso de
substâncias ilícitas, ocorrência que tem o maior número de registros, com
flagrantes e detenções, teve 31 casos em abril 2008, caiu para 8 em abril de
2009 e de 19 para 8 casos na comparação entre os meses de maio.

Desde
março de 2008, as câmeras de vídeo instaladas pela Prefeitura de Curitiba
tiveram 1.514 ocorrências registradas pela Guarda Municipal, Secretaria
Municipal de Urbanismo, Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran/Urbs) e
Polícia Militar. Nesse período foram detidas 229 pessoas, a maioria delas por
envolvimento com drogas, seja pelo porte, uso ou tráfico. A Guarda Municipal
encaminhou à polícia 94 pessoas flagradas com drogas nesse
período.

Monitoramento — Em Curitiba estão instalados 75 equipamentos
para monitoramento da segurança de ruas centrais, do Setor Histórico, Terminal
Guadalupe, Parque Barigui e, desde novembro, Ruas da Cidadania. As imagens são
acompanhadas 24 horas por dia por guardas municipais. No Centro Integrado de
Monitoramento Eletrônico, na praça Osório, que monitora a região central, atuam
também policiais militares, agentes da Diretran e a Secretaria Municipal do
Urbanismo.

Outras ocorrências registradas atendidas pela Guarda Municipal
ou pela Polícia Militar a partir de imagens das câmeras foram de furto ou roubo,
pichação, porte ilegal de arma, vandalismo, exploração de menores, tentativa de
arrombamento, panfletagem pornográfica, entre outros motivos.

A principal
vantagem das câmeras é facilitar o serviço dos guardas municipais e policiais,
que podem fazer rondas direcionadas, reforçando a segurança de equipamentos
públicos e de pessoas.

Parcerias — A Prefeitura também está fazendo
parcerias para implantar câmeras de monitoramento pelo Programa Municipal de
Parcerias Público-Privadas, aprovado pelo prefeito Beto Richa, em 2006.
Equipamentos doados pelo Condomínio Evolution Towers, e pelo Colégio Dom Bosco
foram instalados na esquina da avenida Cândido de Abreu com Inácio Lustosa, na
rua Brigadeiro Franco e na rua Comendador Araújo, no Batel, onde funciona
complexo residencial, comercial e hoteleiro Evolution Towers.

A
Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e a empresa Comtex,
fabricante desses equipamentos, doaram oito câmeras, que irão monitorar
estações-tubo e pontos de ônibus nas ruas Imaculada Conceição, Guabirotuba e
Iapó, no Prado Velho, além de melhorar a segurança de estudantes na entrada e
saída do campus da PUC.

Para evitar que os equipamentos sejam alvo de
vandalismo, todas as câmeras receberão uma capa blindada. O monitoramento será
feito pela Secretaria Municipal da Defesa Social, a partir de uma central que
será montada nas instalações físicas do Módulo da Guarda Municipal na praça
Plínio Tourinho, que foi desocupado pela PM.

 

Origem: Bem Paraná

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.