Após a digitalização do Copom, Bauru terá videomonitoramento

A cúpula da segurança pública do Estado de São Paulo, reunida ontem em Bauru, confirmou que a instalação do sistema de videomonitoramento na região central da cidade será implementada ao término da digitalização do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).

O comandante geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, coronel PM Álvaro Batista Camilo, confirmou a implantação do sistema de segurança por câmeras. “Independente dos indicadores de criminalidade, com a facilidade que o prefeito (Rodrigo Agostinho – PMDB) está nos apresentando, vamos fazer, em conjunto com a prefeitura, a implantação do sistema de monitoramento muito em breve”, destaca Camilo.

O comandante geral da PM não quis definir um prazo exato, mas lembrou que o fato da administração municipal já ter o projeto técnico pode antecipar, faltando só um ajuste para o atendimento. “Tem que ter a resposta policial. Não adianta pôr a câmera, ficar olhando e não conseguir atender”, explica.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, deu sinal verde para a mobilização de verba de sua secretaria. “Não tenha dúvida. Nós temos recursos para implantar esse policiamento. Está em vias de execução esse projeto”, confirma.

O prefeito Rodrigo Agostinho disse que conversou, ontem, com o comandante geral da PM sobre a inclusão da cidade no Programa de Videomonitoramento do Estado. “Fiquei muito contente de receber a notícia do Álvaro Camilo de que esse pleito de Bauru está sendo equacionado”, informa. O prefeito acrescenta que discutirá com a PM a possibilidade de ampliação do projeto com a possibilidade de contrapartida em recursos dos cofres municipais.

O comandante do 4.º Batalhão de Polícia Militar do Interior (4.ºBPM-I), tenente coronel PM Benedito Roberto Meira, explica que videomonitoramento será uma conseqüência da digitalização do Copom. Atualmente, Bauru centraliza as ligações de 38 municípios da região para o telefone de emergência da PM o 190. A próxima fase será a digitalização das comunicações, com investimento de R$ 30 milhões, com recurso já disponível, conforme acrescenta Meira. Ele explica que o videomonitoramento será o passo seguinte.

Em matéria publicada pelo JC no início de maio, Bauru ocupava a 30.ª colocação em um ranking de 36 municípios, para implementação das câmeras. A posição na lista, criada pelo Estado, deve-se aos baixos indicadores de criminalidade no município. Camilo destaca que as cidades que podem colaborar para a implementação do projeto de segurança, como acena o prefeito, podem ser reposicionadas na fila das prioritárias para receber o videomonitoramento no Estado. “Isso pode fazer que o comando (da PM) estude a colocação em Bauru até primeiro do que outras cidades, em face dessa facilidade que o prefeito está nos dando”, destaca Camilo.

Ele acrescenta que o comando da PM, com apoio do governo estadual, irá implantar o videomonitoramento em todo o Estado. O comandante geral da PM ressalta que a cidade de São Paulo possui uma rede de monitoramento com 260 câmeras.

 

Origem: http://www.jcnet.com.br

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.