Monitoramento Urbano em Cuiabá

O Gabinete de Gestão Integrada (GGI) de Segurança Pública realizou,
na manhã de ontem, mais uma reunião ordinária, no auditório da
prefeitura. Entre os assuntos discutidos, o principal deles foi a
implementação do Observatório de Segurança na região central da cidade
(Big Brother).

Autoridades locais presentes na reunião do GGI, no auditório da prefeitura, ontem pela manhã


Autoridades locais presentes na reunião do GGI, no auditório da prefeitura, ontem pela manhã


Segundo o secretário executivo do GGI, inspetor PRF Fernando Roberto de
Souza, todos os membros com assento no Gabinete estiveram presentes.
Fernando disse à reportagem que esta semana já aconteceu uma reunião na
prefeitura, onde se discutiu a localização definitiva do Centro de
Operações e Controle do Observatório, onde ficou acertado que o ideal
seria a instalação da central numa área próxima do centro da cidade e
foi sugerido, mais uma vez, o Copom da Polícia Militar.
O diretor técnico da empresa responsável pela montagem dos
equipamentos, Fábio Antônio de Mesquita Batista,  afirmou ontem que  os
estudos técnicos de localização já foram realizados, as câmeras e
demais equipamentos eletrônicos estão na prefeitura e foi feito um
pedido de novos postes para colocação das câmeras de segurança. Alguns
terão cerca de 6 metros e os maiores 15 metros. Segundo Fábio Antônio,
agora só depende da contra-partida da prefeitura, a quem cabe realizar
a reforma e adaptação de duas salas do Copom para receber os
equipamentos de controle. Dentro de duas a três semanas, os postes
serão instalados e neles as câmeras de segurança.
Ainda, segundo Fábio Antônio, se o cronograma de obras não sofrer
alteração, dentro de 40 a 50 dias ele coloca o sistema em funcionamento
e dá início à fase de “operação assistida”, que inclui o treinamento
dos policiais militares que farão a operacionalização dos equipamentos.
Na próxima sexta-feira, o GGI e Fábio Antônio vão se reunir com o
prefeito José Carlos do Pátio para a definição do prazo das obras de
reforma e adaptação do Copom.
Se tudo der certo, até meados de outubro o “Big Brother” deverá estar em funcionamento.
Outro assunto definido na reunião foi o local que vai abrigar o
Gabinete de Gestão Integrada – GGI, que segundo o projeto da Senasp –
Secretaria Nacional de Segurança Pública, deveria funcionar
conjuntamente ao Observatório de Segurança, já que o programa (kit GGI)
do “Big Brother” foi concebido para ser gerido pelos Gabinetes de
Gestão Integrada do País. Como o prédio do Copom não comporta toda essa
estrutura, o GGI será instalado onde funcionava o projeto Rio Vermelho
Vivo e onde futuramente será implantada uma estação digital que vai
atender a população da região com programas de inclusão digital.

 

Origem: http://www.atribunamt.com.br/

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.