Prefeito sanciona lei que obriga câmeras na saída de bancos

O prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos, sancionou na quinta-feira (25) a lei que obriga a instalação de câmeras de vigilância na saída de bancos da cidade. Os estabelecimentos têm 90 dias, a partir da publicação no Diário Oficial do Município, para instalar as câmeras. No caso de descumprimento, a multa diária prevista é de 100 Ufics (Unidades Fiscais de Campinas), cerca de R$ 2 mil. 

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que a lei de Campinas ainda será analisada pela entidade, que decide se faz a adequação necessária ou recorre à Justiça. A entidade informou que a vigilância externa dos bancos é de responsabilidade do poder público.
O objetivo da lei é inibir os assaltos aos clientes logo após os saques efetuados nas agências, que ficam conhecidos como "saidinha de banco" A Febraban também questiona a eficiência das câmeras instaladas na área externa. De acordo com a entidade, a maioria dos crimes acontece longe das agências.
Outras restrições em bancos
Ainda depende da sanção do prefeito de Campinas um projeto aprovado em segunda discussão pela Câmara de Vereadores, na segunda-feira (22), que proíbe o uso de telefone celular em agências bancárias da cidade. 
 
 
 
 
Engº Marcelo Peres
mpperes@guiadocftv.com.br
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?


Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.