Condomínio vai investir milhões para monitorar crimes em Avenida do Tiradentes

Investimento quer garantir segurança no principal trecho de acesso aos condomínios de luxo

A Avenida Marquês de Pombal vai ganhar circuito de monitoramento por pelo menos 1,5 quilômetro da altura do parque gastronômico Gastrota até os residenciais Dahma, na região do Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Depois de dois anos de trâmites, a associações que representam os quatro condomínios Damha e o Grand Village tiveram a autorização da Prefeitura para “ocupar, utilizar e explorar a título gratuito e precário, espaços destinados à colocação de postes exclusivamente para instalação de um sistema de câmeras de monitoramento”. O termo foi publicado no Diário Oficial do município nessa terça-feira (26/01/21).

A avenida é a principal via de acesso aos condomínios de luxo e já tinha uma estrutura inicial em seis postes deixada pelo empreendimento que começou a vender os primeiros lotes do Damha I em 2006 na Capital.

Sem operação, a estrutura estava sucateada e então as associações se uniram para restaurar e reativar. Presidente da Associação Parque Residencial Damha I, Fernanda Gomes de Araújo explica que foram unidos investimentos dentro dos orçamentos de todos os condomínios para beneficiar não só aos moradores, como toda a região do bairro.

“A Prefeitura veio com essa cedência para a gente formalizar essa estrutura e uma vez ela estando 100% restaurada, vamos fornecer as imagens para a Guarda Municipal e Polícia Militar. Estamos colocando à disposição de toda a comunidade”, descreve a representante do Damha I.

A obra

Segundo a presidente da associação, as câmeras serão do tipo speed dome que tem uma maleabilidade mecânica que consegue realizar capturas panorâmicas em 360° graus horizontais e ajustes verticais de até 180° e um zoom de 18x.

De início, serão pelo menos 1,5 quilômetros de monitoramento na região da Avenida Marquês de Pombal, do Gastrota ao Damha. (Foto: Henrique Kawaminami)
Em um primeiro momento, serão seis postes com as câmeras e a central do circuito ficará no Damha I. “As câmeras vão produzir imagens de monitoramento igual fizeram na 14 de Julho, vai prevenir assalto, invasões e qualquer delito. Cobre toda a região e o intuito é de gerar segurança para o Tiradentes e consequentemente até os Damhas, ajudando as autoridades competentes no trabalho delas”, frisa Fernanda.

Com a autorização publicada pela Prefeitura, as associações dos condomínios esperam começar o quanto antes a instalação. Ainda na fase de levantamentos técnicos, a estrutura deve custar como um todo pelo menos R$ 1 milhão.

 

Origem: Campo Grande News

João Marcelo

joao.marcelo@guiadocftv.com.br

GuiadoCFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.