Obrigatoriedade de câmeras em estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas pode virar lei

Obrigatoriedade de câmeras em estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas pode virar lei

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou em 1ª votação, na última quinta-feira, 26, projeto de Lei de autoria do vereador Anselmo Pereira (MDB)  que condiciona o funcionamento de distribuidoras de bebidas, supermercados, postos de combustíveis, boates e similares que vendam bebidas alcoólicas à instalação de câmeras de monitoramento.

De acordo com a proposta, a fiscalização de tais estabelecimentos será exercida pelos órgãos de fiscalização municipal com a colaboração da Policia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Ministério Público.

Segundo o parlamentar, o objetivo da proposta é colaborar com a prevenção e combate à violência. Anselmo ressalta que vários municípios brasileiros já contam com leis nesse sentido.

Caso seja aprovada em 2º votação e sancionada pelo prefeito, a lei entra em vigor e seu não cumprimento pode acarretar em penalidades como advertência, multa, suspensão por 30 dias e até a cassação do alvará de funcionamento.

origem: https://revistasegurancaeletronica.com.br/obrigatoriedade-de-cameras-em-estabelecimentos-que-vendem-bebidas-alcoolicas-pode-virar-lei/

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.